FIM CEV: Cascais recebeu apresentação oficial

Por a 1 Abril 2019 12:02

Quando falta menos de uma semana para o arranque da temporada de 2019 do FIM CEV- e que pelo segundo ano consecutivo será no Circuito do Estoril – o Visitor Center de Cascais acolheu na passada sexta-feira a apresentação oficial da prova de abertura do campeonato considerado como o derradeiro poiso antes da passagem para o Mundial de MotoGP.

Apresentação que contou com a presença de Nuno Piteira Lopes, o Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Cascais, Manuel Marinheiro, o Presidente da Federação de Motociclismo de Portugal, António Lima, Presidente do Motor Clube do Estoril e Francisco ‘Kiko’ Maria, o único piloto luso a alinhar no campeonato em 2019.

“Cascais é das poucas cidades na Europa onde existem tantas estruturas com interesse turístico como o Circuito do Estoril, aos quais se juntam uma Marina, um Hipódromo, um Casino ou o Parque-Natural e as praias. As ofertas são muitas e por isso é igualmente importante acolher eventos deste envergadura e com esta importância”, referiu Nuno Piteira Lopes dando o mote para as palavras de António Lima, o presidente do Motor Clube do Estoril que reforçando a importância do apoio da Câmara Municipal de Cascais na ‘presença’ do competitivo campeonato no Circuito do Estoril (nos dias 6 e 7 de abril), que tem passagem assegurada por Portugal até 2021.

“Este é o primeiro de três anos que estão assegurados e queremos que a prova se mantenha como a abertura do calendário pois a primeira corrida é sempre muito importante para qualquer campeonato. São 1500 as pessoas que visitam o Circuito do Estoril ao longo do fim‑de‑semana do FIM CEV e são 350 os elementos do Motor Clube do Estoril envolvidos na organização da prova”, revelou o responsável máximo pelo experiente clube com sede no Circuito do Estoril que revelou ter igualmente convidado várias escolas dos concelhos de Cascais, Sintra e Oeiras para que possam acompanhar ao vivo a jornada, visto o FIM CEV ser a competição reservada aos mais jovens.

Para Manuel Marinheiro, o Presidente da Federação de Motociclismo de Portugal, a continuidade da passagem do campeonato pelo nosso país é o reflexo da qualidade das organizações portuguesas referindo que “há dez anos atrás ninguém dizia que teríamos um piloto português no MotoGP ou um Presidente da Federação Internacional de Motociclismo e a realidade é que hoje temos. Isso quer dizer que é possível lá chegar, mesmo para um país pequeno como Portugal”.

E a tentar seguir esse mesmo caminho rumo ao campeonato maior da velocidade mundial está Francisco ‘Kiko’ Maria, o jovem piloto que pelo segundo ano consecutivo estará entre o pelotão da European Talent Cup e face a seis dezenas de adversários igualmente de tenra idade. “Será a terceira vez que vou correr na ETC no Estoril e o meu segundo ano a tempo inteiro no campeonato. Quero estar entre os pilotos qualificados e dar uma alegria aos portugueses que sei que vão acompanhar este arranque do FIM CEV. É sempre bom correr no Estoril e depois de quatro meses de espera estou pronto para iniciar este novo ano”, revelou igualmente o agora piloto da Leopard Racing, uma das equipas mais fortes do campeonato e também com presença no Mundial de Moto3.

Os dias 6 e 7 de abril prometem assim ser de muita competição no Circuito do Estoril, com 135 pilotos inscritos nas três classes, sendo que no dia 6 (sábado) se realizarão as sessões de treinos cronometrados e no domingo as seis corridas em agenda. Com acesso livre às bancadas o acesso ao ‘paddock’ terá um custo de 10 euros para todos os que queiram estar num ‘paddock’ onde se encontram facilmente os pilotos e também as estrelas do MotoGP, pois muitos são os pilotos ou ex-pilotos proprietários de equipas que estão no FIM CEV, casos de Maverick Viñales, Valentino Rossi ou Max Biaggi.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png