Endurance: Suzuki a postos para as 8 Horas de Suzuka

Por a 22 Julho 2019 16:30

As equipas Suzuki GSX-R1000 completaram três dias positivos no Circuito de Suzuka, no Japão, antes das 8 Horas de Suzuka do próximo fim-de-semana.

O evento de três dias viu muitas mudanças nas condições climáticas; da chuva aos tempos quentes e secos e com temperaturas de pista de 45 graus, permitindo um teste produtivo.

Atualmente em segundo lugar nos pontos, o Suzuki Endurance Racing Team, 15 vezes campeão da modalidade, alinha com Vincent Philippe, Etienne Masson e Gregg Black e testaram ao lado da Suzuki Yoshimura de Kagayama, Watanabe e Guintoli e da TK Suzuki com Takuya Tsuda, Aslan Shah Kamaruzaman e Gregory Leblanc, mais a formação da S-Pulse Dream Racing com Hideyuki Ogata, Tommy Bridewell, e Bradley Ray.

As condições de seco no segundo dia resultaram numa sexta posição para a Yoshimura com um melhor tempo de 2:07,495s.

O último dia do teste foi com tempo molhado no início da manhã que se transformou em chuva forte no momento em que as sessões começaram. As 8 Horas de Suzuka 8 são conhecidas pelo clima inesperado e extremo, logo esta foi uma oportunidade perfeita para as equipas se prepararem para eventuais condições molhadas.

A Yoshimura marcou o 2º lugar geral no final do teste com 2:20,581, enquanto o segundo mais rápido foi o TK Suzuki em 7º com o tempo de 2:22,094. A S-Pulse também terminou no top 10 com um tempo de 2:22.828.

Vincent Philippe disse a propósito: “Fiquei feliz por poder participar deste teste com a equipa. Não teria acontecido sem o apoio de todos. O lado negativo foi que estava inesperadamente frio. Estou familiarizado com o calor de Suzuka, por isso foi uma surpresa. No entanto, conseguimos encontrar um composto de pneu adequado e todos os pilotos alcançaram um respeitável tempo por volta, o que foi positivo. ”

Etienne Masson: “Demorou um pouco a habituar-me à pista, mas no segundo dia, a temperatura subiu, e senti-me mais confiante”

Gregg Black: “Suzuka é a última ronda do campeonato mundial e isso significa muito para a nossa equipa. A diferença atual com o líder do campeonato é apenas 5 pontos, e a sensação positiva que obtivemos com os pneus e outros componentes neste teste foi garantida. Nós pretendemos fazer ainda melhor do que no ano anterior.

Yukio Kagayama: “Lidar com o calor é um fator chave nas 8 Horas de Suzuka. No segundo dia de testes, a temperatura da superfície da pista finalmente chegou em torno dos 45 graus, o que nos permitiu configurar a máquina com a corrida em mente. É a primeira vez que Sylvain e Kazuki estão na mesma equipa, mas os ajustes são fáceis e seguem bem. Chuva no último dia também foi uma vantagem. Pudemos sentir o potencial dos pneus de chuva da Bridgestone. ”

Sylvain Guintoli: “É o meu terceiro ano com a Yoshimura, e a moto melhora a cada ano, logo a minha prioridade para este teste foi habituar-me à Superbike. Suzuka é um dos meus circuitos favoritos e eu pude realizar as sessões de teste com boas sensações enquanto me divertia. O calor no segundo dia foi importante para recolher dados valiosos, porque o calor é sempre um facto importante para se lidar em Suzuka. ”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Endurance
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png