CNV – Rui Marto: “O Circuito de Braga não está em condições”

Por a 12 Outubro 2016 13:44

O circuito Vasco Sameiro, em Braga, será o palco da próxima jornada do Campeonato Nacional de Velocidade no próximo fim de semana. No entanto a ronda minhota está em envolta numa grande polémica com muitos pilotos a renunciarem à participação do evento devido à falta de condições de segurança da pista, motivo que já havia levado à anulação da primeira passagem do Nacional este ano pelo circuito nortenho.

Um dos primeiros pilotos a anunciar essa decisão foi Rui Marto, que esteve à conversa com o MotoSport sobre o assunto que está a marcar a atualidade da velocidade nacional. “Como se sabe a primeira prova foi cancelada por falta de condições de segurança. Na segunda passagem pelo circuito foi afirmado que a pista tinha sido alvo de remodelações e que estaria em melhores condições. Porém o que encontrámos foi que o traçado estava igual e em alguns casos até pior. Esta tomada de posição deve-se ao facto de que ano após ano as coisas são feitas desta maneira. Existe sempre controvérsia em torno das corridas em Braga. A pista não está em condições e está à vista de toda a gente. Todas as vezes são prometidas obras e quando lá chegamos está tudo na mesma”.

Rui Marto sublinhou que só o facto do atual líder do Nacional na categoria de Superbikes, Tiago Magalhães, também ter renunciado à presença em Braga “explica tudo, pois pode colocar em causa o trabalho de uma época”. Quanto aos pilotos que ao contrário da sua decisão vão competir, Marto diz que não vai “apontar o dedo a ninguém nem tecer qualquer crítica. Cada piloto é livre do tomar a sua decisão”.

O piloto da Zanza Racing Team explicou ainda que da “última que vez que estive em Braga, aquando da realização da prova do Nacional, falei com muitas pessoas e a opinião é unânime: a pista está impraticável.  Para rodar a um ritmo moderado até pode ser aceitável  agora para fazer corridas a sério, até se podem fazer como já o fizemos este ano, mas não é tolerável.  A pista está cheia de buracos e os corretores desfazem-se. Em caso de quedas, estas noutras pistas, não teriam problemas de maior, mas em Braga devido à proximidade dos muros torna tudo mais perigoso”.

O líder da Copa EasyRace BMW S1000RR considera que “existem uma série de mudanças que têm de ser feitas e não podem ser apenas pequenos remendos. O circuito está praticamente igual ao momento em que foi inaugurado. Nunca me apercebi de grandes alterações. A pista continua a apresentar os mesmos buracos e problemas nos corretores. A única melhoria é que existiam ervas com mais de um metro nas escapatórias e estas foram cortadas. Se consideram isso uma melhoria tudo bem, mas eu vejo as coisas de outra maneira”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Nacional Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png