Dakar, Etapa 10: Joaquim Rodrigues, o melhor português

Por a 18 Janeiro 2019 09:48

O piloto da Hero MotoSports despediu-se do Dakar de 2019 com o 12º tempo na derradeira tirada, naquela que foi a sua terceira participação consecutiva no evento.

Um desempenho que permitiu ao piloto de Barcelos manter o 17º posto da classificação geral e assim terminar o Dakar pela segunda vez na sua carreira. Para além disso o nortenho foi ainda o melhor português na competição das duas rodas.

“Estou muito satisfeito por ter terminado este Dakar, esse era o objetivo principal depois de no ano passado não ter podido continuar. A primeira etapa foi um verdadeiro desafio, lembrou-me muito o acontecimento do ano anterior, mas depois de terminada voltou a confiança e pude desfrutar melhor deste Dakar. Infelizmente tive alguns contratempos, desde uma avaria mecânica logo no início que me fez perder algum tempo e outras situações que me obrigaram a sair sempre muito de trás e no pó dos meus adversários. Tornou-se um Dakar muito perigoso, difícil e que exigiu muita concentração. O objetivo passou a ser unicamente terminar em segurança, fui subindo de ritmo e no final consegui estar sempre em luta pelo Top 10, o que mostra que é possível fazer um bom Dakar com menos problemas e contratempos. Ao terminar esta prova todo o balanço é positivo”, disse Joaquim Rodrigues.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas TT
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png