MotoGP, 2021: Alberto Puig apresenta a Honda Repsol

Por a 22 Fevereiro 2021 14:00

Começando por admitir que o resultado de 2020 não foi bom, o gestor da formação fala da ausência de Márquez, mas também da expectativa que rodeia a chegada de Pol Espargaró

“Ele não é um rookie, esperamos que se habitue à moto depressa e comece a atacar o pódio!”

Puig começou por referir os problemas de 2020 colocando-os num contexto de aprendizagem positiva:

“Nós aprendemos todos os dias, estamos sempre a aprender, não só em 2020, e é sabido que numa equipa pode sempre haver problemas… estas coisas acontecem… Esta Pandemia mudou as nossas vidas, não só na Honda Repsol, mas toda a comunidade do MotoGP, mas ao mesmo tempo, quando o Marc se lesionou, também ficámos sem o nosso piloto principal, a nossa estrela, e logicamente o resultado não foi bom!”

Tivemos de reagir, aonde algumas pessoas vêm problemas, nós vimos oportunidades e aprendemos muito, o nosso objetivo para 2021 é mostrar o que aprendemos…”

“A sensação no HRC é de contentamento pelo apoio dos nossos sponsors, que num ano tão difícil, quase sem podermos mostrar resultados, ficaram connosco, ao nosso lado, alguns de há muito tempo, como a Repsol ou a Red Bull…

Temos esperança nos resultados  do Pol, ele tem muita experiência, não é nenhum rookie e esperamos que compreenda a moto muito rapidamente e comece a lutar por pódios e a seguir, pelo Campeonato!”

“Quanto ao Márquez, é uma pessoa muito especial e um piloto excecional, ele vai descobrir uma maneira de ser Marc Márquez e regressar mais forte do que nunca!”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x