SSP Austrália – Luta entre as Yamaha

Por a 24 Fevereiro 2019 03:08

Quando as Supersport alinharam para a primeira corrida do ano, com 22 pilotos, pois Hartog e Gabor ficaram fora depois de quedas no treinos, já o calor apertava, e Cluzel e Krummenacher tomaram a dianteira nas Yamaha R6 semelhantes. Maria Herrera saltou para 13º na primeira das 16 voltas e a melhor VMV Agusta era a do estreante Fuligni.

Caricasulo atacou para liderar, porém na aspiração, Krummenacher ultrapassou, e De Rosa chegou a 3º com a MV Agusta. Gradinger, Isaac Viñales e Okubo vinham seguir, quando DeRosa é cuspido por uma chicotada, causando confusão no pelotão e fazendo Okubo ascender a 5º e Mahias a 6º. Tudo isto nas primeiras 3 voltas!

Caricasulo perdeu tempo ao sair da boxe com o stand agarrado à moto

Sommer e Ruiu cairam de seguinda, e o wild card Toparis vinha em 14º nos pontos. Até à sexta volta, Caricasulo comandou, com Krumenaccher a liderar de novo, e com 7 voltas, os pilotos começaram a vir à boxe trocar de pneus. Krummenacher foi o primeiro e impôs um ritmo tal que duas voltas depois estava de novo à frente, seguido de Cluzel, Caricasulo, Barbera e Mahias.

O suíço Krummenacher foi abrindo um intervalo de 4,5 segundos para Cluzel, que entretanto foi penalizado por não respeitar o tempo de permanência nas boxes durante a muda de pneus, facilitando a vitória do Suiço, com Cluzel a manter segundo, mas Mahias caíria mesmo para 12º depois da penalização.

Supersport, corrida

  • Randy Krummenacher – Yamaha
  • Jules Cluzel – Yamaha Bardahl
  • Federico Caricasulo –Yamaha
  • Hector Barbera – Yamaha Toth
  • Thomas Gradinger – Yamaha
  • Hikari Okubo – Kawasaki Pucetti
  • Corentin Perolari – Yamaha GMT94
  • Peter Sebestyen – Honda
  • Jules Danilo – Honda

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Newsletter
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png