MotoGP: Batalha entre Marquez e Quartararo com Oliveira a melhorar

Por a 5 Julho 2019 21:26

Num fim-de-semana em que muito se espera de Marc Marquez foi Fabio Quartararo que conseguiu o melhor tempo na primeira sessão de treinos livres. A luta começou cedo com o francês a roubar o melhor tempo ao espanhol mesmo no final da sessão. Marquez já não teve qualquer hipóteses de ripostar e deixou o assunto por resolver até à segunda sessão de treinos livres.

O piloto da Honda apressou-se a subir ao topo da tabela que acabou por discutir com Alex Rins e Quarararo. Rins chegou a estar na liderança mas Marquez não perdoou e mostrou por que é rei no circuito alemão. O único que o tentou desafiar já no final da sessão foi o rookie francês. Não desistiu e tentou bater o tempo do espanhol até poder. No entanto, surgiu um problema que deixou Quartararo furioso. O piloto estava numa volta rápida, a poucos minutos do fim, quando foi interrompido por Franco Morbidelli. Sim, o francês nem quis acreditar quando viu o colega de equipa a bloquear a sua linha, impedindo-o de lutar por mais um primeiro lugar. Apesar de ter terminado em terceiro, a frustração apoderou-se de Fabio que gesticulou para o italiano, chegando à box ainda um pouco fora de si. Quartararo terá o resto do dia para esquecer a situação e o dia de amanhã para regressar em força. Resta saber se Morbidelli será ou não sancionado pela sua ação na FP2.

De destacar um regresso muito positivo de Valentino Rossi depois do desastre em Assen. O piloto italiano mostrou que o Grande Prémio da Holanda já lá vai e está pronto pra lutar em Sachsenring. O rei é Marquez mas Rossi também esteve muito bem no ano passado. Terminou na segunda posição e parece que tem hipóteses de regressar ao pódio. Na FP1 manteve-se sempre na luta pelo top 3, terminando, precisamente, em terceiro. Na FP2 não teve tanta sorte, terminando em 10º. No entanto, o italiano melhorou o seu tempo por volta e está, por enquanto, confirmado na Q2. Viñales foi quarto na combinação dos tempos das duas sessões. Ao que parece as duas Yamahas estão em condições de voltar a lutar por boas posições, assim como Quartararo.

Valentino Rossi melhorou significativamente em relação a Assen e terminou o dia com uma prestação sólida.

Este foi também um dia muito positivo para as KTM de Pol Espargaro e Miguel Oliveira. O piloto espanhol terminou a FP1 muito próximo do top 10. Na segunda sessão de treinos livres mostrou que o seu lugar era entre os primeiros, conseguindo colocar a sua mota na quinta posição, à frente das Ducati de Dovizioso e Petrucci, que terminaram em 8º e 9º, respetivamente.

Quanto a Miguel Oliveira, os resultados também foram animadores. O piloto português chegou a Sachsenring com vontade de melhorar e confiante de que sairia da Alemanha com mais alguns pontos. O trabalho de Oliveira parece estar a compensar, o que foi visível logo na primeira sessão. Apesar de ter terminado na 19ª posição, manteve-se à frente de Joan Mir e muito próximo de Bagnaia que terminou à sua frente. Outro ponto positivo foi a sua distância para o líder, Quartararo: menos de um segundo e meio. No entanto, a situação de Miguel viria a melhorar ainda mais na segunda sessão de treinos livres. Subiu um lugar na classificação, terminando em 18º, já para não falar do facto de ter sido a segunda melhor KTM, deixando Johann Zarco e Hafizh Syahrin para trás. O piloto português conseguiu ainda melhorar o tempo da sessão anterior, terminando mais perto do líder, agora Marc Marquez. A sua desvantagem para o topo diminui assim de 1s372 para 1s194. Um dia com sensações muito positivas para Miguel Oliveira que parte para a FP3, certamente, mais motivado.

O piloto português focado durante os treinos desta sexta-feira.

Menos sorte para a equipa LCR Honda, que parte para o Grande Prémio da Alemanha com os seus dois pilotos lesionados. Cal Crutchlow magoou o joelho numa queda de bicicleta, o que afetou os ligamentos. Apesar das dores, tudo indica que não terá problemas em terminar a corrida. O britânico acabaria por surpreender no dia de hoje, com um sexto lugar, apesar dos problemas físicos. Relembro que Takaaki Nakagami sofreu uma queda a lata velocidade em Assen, na sequência do incidente que envolveu também Valentino Rossi. A queda acabou por afetar o tornozelo e o ombro do japonês que, apesar de tudo, terminou na 15ª posição.

Quanto às Aprilia, Aleix Espargaro esteve muito bem e chegou até a estar na luta pelos primeiros lugares acabando  por terminar um pouco para trás. No entanto, pode considerar-se um dia positivo para o espanhol que segue para o dia de amanhã com a 11ª posição nos tempos combinados das duas sessões. Já Andrea Iannone viria a terminar o primeiro dia de treinos no 16º lugar.

Um primeiro dia de treinos interessante, com vários pilotos a melhorar a sua prestação. Apesar de as Ducati parecerem estar fora da luta pelos lugares da frente, tudo pode acontecer. Com Miguel Oliveira a melhorar a cada sessão e cada vez mais próximo dos melhores e a luta entre Marquez e Quartararo a ficar cada vez mais intensa teremos de esperar pelo dia de amanhã para saber se alguém irá bater o rei de Sachsenring na tentativa de conquistar a décima pole position consecutiva.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Newsletter
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png