Dakar 2018: Adrien Van Beveren com o regresso a casa no horizonte

Por a 18 Janeiro 2018 09:09

A presente edição do Dakar terminou da pior forma para Adrien Van Beveren. O piloto da Yamaha foi forçado a abandonar a corrida na 10ª etapa após ter sofrido uma violenta queda a apenas três quilómetros do final do setor seletivo. Tudo isto quando se preparava para assumir o comando da corrida numa altura crucial da mesma.

Após este infortúnio o piloto gaulês foi transportado inicialmente para uma unidade hospitalar, em Salta, e ontem pela manhã seguiu numa ambulância para o Hospital Regional Dr. Vera Barros em La Rioja. Aí Van Beveren foi submetido a novos exames médicos que confirmaram a fratura de uma clavícula e duas costelas. O impacto da queda causou ainda uma contusão pulmonar revelou a Yamaha em comunicado oficial.

Já hoje e segundo informação veiculada na página oficial de Facebook do homem da Yamaha, este deixou os cuidados intensivos do hospital, em La Rioja, e foi transferido, num avião, para uma unidade hospitalar em Buenos Aires, capital da Argentina, onde estará hospitalizado por pouco tempo. Só depois é que o piloto de 27 anos irá fazer a viagem de regresso para o seu país natal.

“O Adrien está com muitas dores, mas a respirar de forma normal. Está ansioso para regressar ao seu país o mais depressa possível. Ontem o Adrien já estava com um estado de ânimo mais positivo, mas o sentimento de desilusão por ter perdido a hipótese de lutar pela vitória ainda não passou. Foi um golpe duro para toda a equipa”, confessou o diretor de equipa da Yamaha, Alexandre Kowalski.

A desistência de Adrien Van Beveren juntou-se aos abandonos, no último fim de semana, de Xavier de Soultrait e Franco Caimi, situação que deixou a equipa oficial da Yamaha apenas com o ‘aguadeiro’ Rodney Faggotter em prova. O piloto australiano, que participa pela quarta vez no Dakar, ocupa a 18ª posição da classificação geral.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Newsletter
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png