‘Segredos’ do Dakar 2018 revelados em Paris

Por a 22 Novembro 2017 11:56

Decorreu hoje, em Paris, a apresentação detalhada do próximo Dakar, prova que celebra em 2018 a sua 40ª edição e que pelo 10º ano consecutivo terá lugar na América do Sul. Em 2018 o evento organizado pela ASO (Amaury Sport Organisation) vai passar por três países: o regressado Peru, Bolívia e Argentina.

Tal como em 2013 o tiro de partida será dado na capital peruana, Lima, sendo que a chegada da grande maratona será em Córdoba, já na Argentina, e não na capital Buenos Aires, como havia sido hábito em dois dos últimos três anos. Pelo meio e tal como em 2017 o dia de descanso ocorrerá na capital boliviana, La Paz.

Ao contrário das mais recentes edições do Dakar desta feita a prova começará um pouco mais tarde, 6 de janeiro, tendo o seu final previsto para o dia 20 do mesmo mês. No total serão 525 participantes divididos por 54 nacionalidades diferentes (França, Holanda e Argentina são as mais representadas) que estarão à partida da mais dura prova de todo-o-terreno do mundo. Deste número 190 concorrentes estão inscritos nas categorias moto/quad. Na categoria moto destaca-se a inclusão de quatro pilotos portugueses: Paulo Gonçalves, Joaquim Rodrigues, Mário Patrão e Fausto Mota.

Quanto ao percurso, que será “mágico” nas palavras do diretor desportivo Marc Coma, este terá mais duas etapas em relação à edição transacta, o que perfaz um total de 14 tiradas. Para as categorias moto/quad serão 8276 quilómetros, dos quais 4234 vão ser disputados em luta contra o cronómetro. Destas 14 etapas teremos para as categorias moto/quad duas em modo ‘maratona’, isto é no final do dia só os pilotos podem prestar assistência às suas máquinas.

De realçar também a preponderância que a altitude, mais uma vez, poderá vir a ter, pois cinco dias de competição serão disputados em altitudes superiores a 5000 metros. Para além da altitude também as dunas prometem fazer ‘muitos estragos’ nos concorrentes. Das 14 etapas a realizar, sete serão realizadas na sua totalidade em dunas ou ‘fora de pista’. Estamos perante metade da prova num terreno que nos últimos anos tem sido fortemente criticado, nomeadamente pelos pilotos, por estar em minoria nas etapas do Dakar.

Ainda em relação às etapas com dunas é importante reforçar que as cinco primeiras etapas do próximo Dakar, que terão lugar no Peru, serão disputadas neste terreno o que aliado à exigente navegação promete desde logo fazer uma importante selecção entre os concorrentes. No entanto a decisão final poderá estar reservada para a já conhecida etapa que tem a denominação de ‘Super Fiambalá’ e que será a 11ª.

Etapas:

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motor24
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x