MV Agusta F4 Claudio – Homenagem a Claudio Castiglioni

Por a 23 Outubro 2018 21:17

Sete anos depois do desaparecimento de Claudio Castiglioni a MV Agusta decide prestar uma justa homenagem ao seu anterior presidente com a criação de uma edição limitada e muito especial da sua fantástica F4.

A nova MV Agusta F4 Claudio tem por base a F4 Reparto Corse , com o seu motor tetracilíndrico de 998cc que desenvolve 212 CV às 13.600 rpm e um binário de 115Nm às 9.300 rpm, um binário máximo conseguido a menos de 4.000 rpm antes de atingir a potência máxima o que torna a moto muito versátil e flexível na sua utilização. Cada cilindro é ainda alimentado por dois injectores, 4 injectores na admissão e outros 4 directamente na câmara de combustão.

A caixa de 6 velocidades do tipo “cassete” recebe tratamento de carbono do tipo “diamond like” nas zonas mais críticas da mesma. A embraiagem é do tipo deslizante e em banho de óleo. O escape é uma versão especialmente fabricada pela SC para a F4 Claudio e produz um som acima do habitual sendo que a F4 de 212 CV está apenas homologada sob o standard Euro3. Existe porém uma versão com menos potência, 205CV às 13.450 rpm homologada de acordo com as restrições de emissões do Euro4.

A MV Agusta F4 Claudio Special Edition beneficia de toda a experiência acumulada pelo seu departamento de competição “Reparto Corse” e inclui acelerador “ride-by-wire” e 4 mapas de motor, Normal, Sport, Rain e Custom, este último totalmente personalizável e selecionáveis através de botões, do tipo utilizado nas superbikes, em ambos os punhos.

O quadro é o mesmo herdado directamente da versão F4 Reparto Corse e as suspensões dianteiras são Ohlins NIX30 invertidas de 43mm e o amortecedor traseiro um Ohlins TTX36.

Um toque de enorme exclusividade é dado pelas jantes de carbono da BST, que se consideram ser as mais resistentes e leves do mercado. As medidas de ambas são de 3.50×17 com pneu Diablo Supercorsa SP de 120/70-17 à frente e de 6.00×17 e pneu Diablo Supercorsa SP 200/55-17 atrás.

Os travões teriam que ser obviamente da Brembo com discos de 320mm na dianteira e pinças radiais de 4 pistons, sendo que na traseira monta disco de 210mm com pinça de 2 pistons. O sistema de travagem inclui ainda ASBS da Bosch versão 9Plus.

Sendo uma versão de homenagem a Claudio Castiglione a Reparto Corse da MV Agusta quis dar todo o destaque possível a esta Edição Especial da F4 e claro que todas as sua carenagens, guarda-lamas, baquet e paineis laterais foram produzidos em carbono, realidade que contribuíu para uma diminuição drástica do peso total da moto para uns incríveis 175 Kg e onde o escape especial de titânio da SC-Project e as rodas de carbono da BST tiveram também uma contribuição importante.

Finalmente para tornar este modelo ainda mais exclusivo a assinatura de Claudio Castiglioni foi reproduzida numa série de componentes da moto, inclusivamente no próprio forro do banco.

 

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MOTO+
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png