Valentino Rossi na Yamaha até 2018

Por a 19 Março 2016 10:42

A lenda italiana do MotoGP, Valentino Rossi, anunciou hoje que irá continuar com a Yamaha no Campeonato do Mundo de Velocidade de Motociclismo até 2018, ano em que deverá concluir a carreira.

“Estou muito satisfeito com esta decisão, porque o meu plano foi sempre continuar no desporto motorizado enquanto fosse competitivo e dele retirasse prazer ao mesmo tempo”, referiu. “Desde que regressei à Yamaha em 2013 que me sinto em casa novamente e os resultados mostram-nos. Retiro grande satisfação do trabalho com a minha equipa de engenheiros e mecânicos, e com o resto da equipa de MotoGP da Yamaha”.

O italiano acrescentou: “O seu apoio não tem limites e quero sinceramente agradecer-lhes por isso. Sinto-me muito motivado para continuar a pilotar a minha YZR-M1 e alcançar os melhores resultados possíveis, este ano e nas próximas duas temporadas”.

Rossi, que terá 39 anos no final deste novo acordo, há muito que tinha manifestado a sua intenção de continuar a pilotar durante mais alguns anos, um desejo que a Yamaha concedeu de bom grado.

O italiano continua a ser um dos seus principais ativos no que à imagem diz respeito, apesar dos últimos três títulos (2010, 2012 e 2015) terem chegado pela mão de Jorge Lorenzo. Valentino continua na dianteira em termos históricos, com quatro campeonatos (2004, 2005, 2008 e 2009) conquistados ao serviço da Yamaha.

A decisão hoje conhecida permite-lhe encarar o futuro com tranquilidade e coloca outros pilotos, à procura de resolverem o seu futuro, sob pressão. A possível continuidade de Jorge Lorenzo na Yamaha ou saída eventual para a Ducati também traz incerteza e poderá mexer muito com o atual alinhamento das equipas.

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
franciscoNakamura Recent comment authors
recente antigo mais votado
Nakamura
Visitante
Nakamura

O motogp vai perder muito quando o Rossi se retirar. só ele para conseguir um lugar numa equipa de fábrica com 37 anos.

francisco
Visitante
francisco

Lin jarvis foi claro quando disse que este contrato foi feito com base no reconhecimento de tudo o que ele fez pela marca , e não por ele ser o piloto mais rápido. Porque será que não se viu nem se ouviu qualquer outra equipa interessada em contrata-lo?

últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png