Recordes de volta destinados a cair em Barcelona

Por a 12 Junho 2019 13:30

O  Grande Prémio Monster Energy da Catalunha de 2018 viu uma nova superfície de alcatrão e um novo traçado de pista, que foi um desafio para a MotoGP e, em particular, para a Michelin. Doze meses depois, o novo recorde de circuito definido por Jorge Lorenzo a bordo da sua Ducati parece prestes a cair, e a Michelin já declarou que tenciona ter compostos macios, médios e duros para enfrentar esse desafio.

Os pneus da frente macios e médios trazidos para o GP da Catalunha pela fábrica francesa serão simétricos, com o duro dianteiro e todos os pneus traseiros tendo acabamento assimétrico, apresentando um lado mais duro à direita, para lidar com as oito curvas que são nessa direção, em comparação com apenas seis que são para a esquerda.

Apesar do clima favorável nesta época do ano na Catalunha, o Circuito de Barcelona-Catalunha ainda pode sofrer de algum tempo inclemente. Para combater qualquer condição de chuva, a Michelin terá pneus de molhado disponíveis com um composto macio e médio dianteiro. Os traseiros também virão em soft e medium, mas apresentam o design assimétrico com um lado mais duro à direita.

Piero Taramasso, Gerente de Duas Rodas da Michelin Motorsport: “Esta é uma das pistas que é um teste geral para os pneus e para as motos e, por isso, consolidou-se como um dos importantes locais de teste no calendário, bem como como uma das melhores corridas.”

“Tem uma seleção completa de curvas, uma longa reta, e é bastante severo no lado direito do pneu, o que significa que precisamos de um pneu para aqui que faça tudo. Os pneus também sobreaquecem facilmente, por isso a borracha também tem que trabalhar em temperaturas elevadas.

No ano passado, recebeu uma superfície novinha em folha e, a partir do fim de semana da corrida e do teste de segunda-feira, recebemos uma enorme quantidade de dados que ajudaram a selecionar os melhores compostos para esta temporada.”

“Este é um evento que os pilotos e fans desfrutam, a atmosfera é sempre boa, e estamos a aproveitar a hipótese de bater os nossos próprios recordes do ano passado, especialmente porque agora estamos armados com mais informação sobre o que esperar do asfalto.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png