MotoGP, Treinos: O que as equipas procuraram, I

Por a 27 Novembro 2019 16:00

Wilco Zeelemberg, Yamaha Petronas SRT:

“Basicamente, testámos todas as peças de chassis primeiro, em Valencia… coisas que a equipa de fábrica já tinha testado antes, mas que só nos chegaram agora em Valencia…Para este teste, já fomos capazes de obter alguns protótipos de peças de motor para testar, coisas que provavelmente usaremos na próxima época e foi tudo muito interessante, … exceto o mau tempo!”

“Estamos satisfeitos com o que já conseguimos, porque é claro que toda a gente está à procura de algo melhor para o ano que vem…”

“Ainda não estamos a deitar foguetes mas ficamos com boas sensações, só que, claro, para cada coisa positiva também registamos algumas negativas e temos de resolver essas também!”

Davide Tardozzi, Ducati Team:

“Estamos aqui em Jerez com o mesmo programa que tínhamos em Valencia, para testar exatamente as mesmas coisas que já tínhamos experimentado em Valencia, para as confirmar num pista diferente e verificar as respostas e reações que tivemos dos pilotos há uma semana… Nada de especial, mas só para ter a certeza de tudo antes de passarmos a Sepang!”

Mike Leitner, KTM Red Bull:

“Agora temos algumas peças no moto que têm bastante potencial, mas como sabem, temos mesmo de passar por este processo para verificar tudo…”

“Seria prematuro dizer que este ou aquele componente não funciona à priori, porque por vezes uma coisa funciona melhor num circuito que noutro, o que tem vantagem num traçado, tem um lado negativo noutro, por isso vamos usar estas sessões de inverno para ir para a primeira ronda em Doha com o melhor pacote possível.”

“O nosso espírito é tornar a moto melhor em todos os aspetos e estamos a meio desse processo agora…”

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png