MOTOGP, Teste Sepang: Márquez e as convalescenças na Honda

Por a 11 Fevereiro 2020 14:30

Tal como aconteceu no ano passado, um dos principais pontos de conversa antes da ronda inaugural da temporada foi a condição física do campeão do mundo.

Márquez já antes dera a entender que não iria estar a 100% e acabou por não conseguir completar um programa completo de testes por causa do ombro, reconhecendo que “se sentiu pior do que esperava na moto”.

O número 93 completou 131 voltas e uma queda ao longo dos três dias a “60-70%”, por isso vai ser interessante ver como se sai o oito-vezes campeão do mundo na prova do Qatar.

Takaaki Nakagami (Honda LCR Idemitsu) também regressou de uma cirurgia para o Teste de Sepang.

O piloto japonês admitiu que precisou de tomar analgésicos no segundo e terceiro dia, e agora olha para o próximo teste no Qatar como uma oportunidade para experimentar mais peças e cenários novos.

Com Alex Márquez limitado pela sua experiência, o grosso do teste recaiu sobre os ombros de Cal Crutchlow, que não se saiu mal, sendo ao mesmo tempo rápido – acabou os três dias em segundo com um melhor de 1:58:431 a 0,082 de Quartararo – e consistente e conseguindo dar bastante feedback das melhorias na RC213GV.

 

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png