MotoGP, Teste Qatar: Zarco “cada vez melhor” na Ducati

Por a 24 Fevereiro 2020 12:00

A adaptação de Johann Zarco à  Ducati GP19 da Reale Avintia Racing continua numa trajetória ascendente, depois do bi-campeão mundial de Moto2 ter terminado em 6º nas tabelas do 2º dia do Teste Oficial de MotoGP Qatar.

Zarco falhou os Testes de Valencia e Jerez e só assinou pela Ducati no final de 2019. O francês teve um primeiro gosto agradável da Desmosedici no Teste de Sepang, onde terminou em 17º, a apenas 0,602 do compatriota Fabio Quartararo (Yamaha Petronas SRT), ao melhorar o seu tempo por volta todos os dias.

No sábado, no Qatar, Zarco colocou-se em 12º à frente dos colegas Jack Miller (Pramac Racing) e do seu companheiro de equipa Tito Rabat, estabelecendo um melhor tempo de 1:55.308.

Ontem, no dia 2, Zarco conseguiu baixar o seu tempo para um 1:54.565 para terminar o dia º6, à frente de Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci, da Ducati oficial.

Dito isto, nada pode ser dado como certo durante os testes, pois ninguém sabe quanto todos estão a puxar, mas é impressionante ver Zarco progredir tanto nas folhas de tempos com os pequenos testes que conseguiu fazer com a Ducati. Falando no final do dia 2, o número 5 disse que está a melhorar cada vez que sai na sua GP19.

“Continuo a aprender e a melhorar-me para encontrar confiança. Hoje tem sido bom, estava a fazer um bom trabalho, o tempo por volta estava bem, mas toda a gente continuava a ir muito depressa e quando vi que estava a mais de um segundo senti que talvez a pista estivesse em boas condições, e podia tentar fazer melhor”, comentou Zarco.

“Por isso, pusemos um pneu novo e a sensação de controlar a moto estava bem, fiquei feliz por termos conseguido essa grande melhoria, com certeza. Não há consistência, mas pelo menos posso usar melhor a moto e cada vez tenho reações melhores, isso está a dar-me motivação para fazer ainda mais.”

“No geral estou contente com o dia de hoje, a posição é boa, mas amanhã será necessário dar mais um passo, se possível, ou encontrar essa confiança para estar confortável na moto a cada volta, e também para preparar a corrida em 10 dias.”

Zarco já pilotou para a Yamaha, KTM, Honda e agora, está numa Ducati que tem pouco mais de um ano. Então, o que é que ele gosta mais na sua atual companheira?

“As áreas de que gosto são a aceleração e a velocidade máxima. Cada vez que me vejo entre os cinco primeiros em velocidade máxima – 347,348 km/h – e as outras Ducati mais de 350, isto é bom. Mas quando se tem de travar, a moto tem uma boa reação, e preciso de ter mais confiança nesta área, porque não é fácil ter muita confiança imediatamente.”

Veremos se Zarco pode ir ainda mais rápido hoje, no dia 3 do Teste do Qatar, o último dia de testes de pré-temporada antes da temporada propriamente dita começar no Qatar a 8 de Março.

 

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x