MotoGP, Teste Qatar: Miguel Oliveira comenta

Por a 25 Fevereiro 2020 11:30

O terceiro dia do teste do Qatar encerrou ontem a atividade da pré-época, com a derradeira sessão a acabar já sob a luz dos holofotes e a longa ronda de declarações à imprensa a começar. Miguel Oliveira aproveitou para explicar o seu trabalho com a Tech 3 do terceiro dia:

“Hoje, este terceiro dia, foi sem dúvida o mais positivo, muito mais positivo que os primeiros dois dias do teste, embora sem termos conseguido extrair o máximo partido do pneu macio. Parece que para muitos outros pilotos, é uma vantagem muito grande…”

“Parece que nalguns casos, extrair o máximo deste pneu vale até mais um segundo por volta e é isso que não estamos a conseguir fazer de momento, é esse segundo que não temos que nos está a colocar no fundo da tabela e nesse aspeto, não estamos contentes.”

Apesar do piloto da KTM Red Bull ter acabado apenas em 18º a 1,150 segundos da frente, as razões estão identificadas e não são preocupantes:

“De facto, o nosso ritmo eventualmente coloca-nos uns 10 lugares mais a frente e apesar de desta vez não termos conseguido fazer um tempo muito rápido, o nosso ritmo é muito bom, fizemos um trabalho muito bom em conseguir afinar a moto para a corrida e é no que estamos a apostar neste momento, por isso estivemos a concentrar-nos mais nas afinações de corrida para a primeira prova aqui no Qatar daqui a duas semanas.”

“Ainda temos um par de ideias de coisas para tentar antes da corrida que nos devem tornar mais competitivos, mais rápidos com o pneu de qualificação, que é o que nos está a faltar neste momento!” 

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png