MotoGP: Kallio substitui Johann Zarco na KTM para o resto da época

Por a 17 Setembro 2019 16:38

O francês acabou Misano em 11º, menos de um segundo atrás do piloto da Ducati, Danilo Petrucci, mas declarou pouco depois que ainda não tinha a confiança necessária para andar como queria. “Sinto que não posso lutar por posições“, disse ele

Eu faço o máximo, mas é apenas o suficiente para a décima primeira ou décima segunda posição e, num dia diferente, talvez entre os dez primeiros.”

Johann e a KTM tinham decidido mutuamente encerrar a sua associação no final de 2019, mas em vista do acima dito, as prioridades foram realinhadas. O francês está isento dos seus deveres no MotoGP, mas permanece contratado pela KTM até o final da temporada.

Entretanto, a entrar em seu lugar, vem o Finlandês Mika Kallio. Kallio pilotou a KTM na sua estreia na classe de MotoGP em Valência 2016 e contribuiu fortemente desde as primeiras fases de testes da RC16.

O Finlandês já participou de sete corridas como wild card de 2016 a 2018.

Com dois Top 10 em MotoGP e um total de 16 vitórias em GPs e 49 pódios nas classes menores do campeonato, Kallio está ansioso para dar um novo impulso e direção aos esforços da KTM na categoria rainha tanto para o resto de 2019 como para a RC16 de 2020.

Pit Beirer, diretor da KTM Motorsport, comentou: “Temos que tomar decisões para garantir que utilizamos os nossos recursos da melhor maneira possível e estamos atualmente numa direção positiva com a nossa estrutura de MotoGP. Acreditamos firmemente que Mika pode-nos ajudar nesta fase, graças ao seu conhecimento e experiência. É fundamental que verifiquemos nossos resultados de testes em condições reais de corrida para iniciar a nossa temporada 2020 na melhor posição.”

“Mika já provou a sua habilidade na RC16 e estamos felizes por ele se juntar à equipa como piloto novamente. Não há dúvida de que vamos nos concentrar numa nova configuração com a moto # 82 enquanto lutamos por pontos nas últimas corridas. Ao mesmo tempo, queremos expressar gratidão a Johann por seu esforço desde que ele se juntou ao nosso ambicioso projeto em Novembro do ano passado. Agora temos que pensar no futuro e estamos dando este passo de acordo. A KTM continuará a apoia-lo até o término do nosso contrato no final de 2019 e desejamos-lhe tudo de bom para o seu futuro”.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png