MotoGP, FP1: Quartararo à frente

Por a 23 Agosto 2019 10:46

A sessão livre de MotoGP começou com natural interesse ao regresso de Jorge Lorenzo, pela primeira vez numa moto desde Junho. Devido ao novo asfalto, a Michelin já anunciara que haveria 4 compostos à disposição dos pilotos em vez dos habituais 3, dando uma maior escolha mas também impondo a tomada da mais decisões às equipas.

Com apenas 7 minutos decorridos da sessão, problemas para Miguel Oliveira, cuja KTM começou a deitar fumo do motor.

A 10 minutos do início da sessão, já Márquez era o mais rápido, rodando abaixo do recorde oficial do traçado, como se esperava, mas seguido de Aleix Espargaró, Viñales, Dovizioso, Petrucci e Pol Espargaró, mostrando que as motos mais rápidas estarão mais à vontade neste Grande Prémio.

Mais uns minutos andados, e queda aparatosa para Karel Abraha, que perdeu controlo na travagem para Stowe, a seguir à reta do Hangar.

Viñales, vencedor no passado neste traçado, colocou uma série de voltas rápidas, a ponto de Márquez se colocar atrás a segui-lo para observar os pontos fortes do rival da Yamaha.

Márquez continuava ao mais rápido, seguido de Viñales e Quartararo. As outras Yamaha não estavam tão bem, com Morbidelli em 8º e Rossi apenas 11º…

Lorenzo, com 8 voltas feitas, rodava a 4 segundos dos tempos de Márquez em 22º, uma dura adaptação para o Mairoquino no seu regresso…

Viñales seria o seguinte a cair em Stowe, no mesmo sítio que Karel Abraham, mas muito depressa mesmo…

O piloto da Yamaha estava tão rápido que reteve o segundo tempo da sessão atrás de Marc Márquez…

A merio da sessão livre, era Márquez, Viñaçes, Quartararo, Espargaró na Aprilia, Petrucci, Dovizioso, Morbidelli, Miller, Pos Espargaró, Crutchlow, Oliveira, Rossi, Nakagami, Zarco, Iannone, Rins, Rabat. Bagnaia, Abraham, Guintoli, Syahrin e Lorenzo…

Viñales correu de volta para a voxe para voltar a sair e Márque, após trocar para pneus intemédios, liderava sobre Quartararo por 0,427 de segundo.

Dovizioso estava perto, e momentanemante foi mais rápido que Quartararo, mas o francês voltou a subir.

Rossi, também em pneus médios, chegou a 5º mas a 0,988 do tempo de Márquez…

Viñales regressa à pista, tendo baixado para 4º, mas não perde tempo, indo logo para segundo a apenas 0,047 de Márquez.

Agora, é Quartararo que vem para a pista em slicks intermédios a tentar bater a volta rápida da Honda de Márquez… e consegue, o seu 1:59.952 uns sensacionais 0,693 mais rápido que o Espanhol!

Mesmo no final  queda para Guintoli, com Quartararo a ficar à frente e Oliveira 16º…

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png