MotoGP: Espargaró e KTM 20 segundos mais perto

Por a 20 Junho 2019 14:00

 

A KTM Red Bull Factory Racing marcou dois top 10 no Grande Prémio Monster Energy da Catalunha, a terceira vez que isto aconteceu nos dois anos e meio que eles competem na categoria rainha. Espargaró e Zarco asseguraram a 7ª e 10ª posições, respectivamente, em Barcelona, à medida que o fabricante austríaco continua a desenvolver a RC16 e a fechar o intervalo para as fábricas de topo.

Para mais, na satélite Tech 3 Miguel Oliveira terminou em 12º, perfazendo 3 de 4 motos da marca nos pontos.

A Austrália 2017 foi a primeira vez que a marca austríaca conquistou o top 10 com a atual estrela Pol Espargaró e o ex-piloto Bradley Smith terminando em 9º e 10º respetivamente, com a outra ocasião a ter lugar com os mesmos dois pilotos no GP de Valência. Uma corrida que nem Espargaró nem KTM vão esquecer tão cedo.

E tem sido um começo muito forte nesta temporada, com Espargaró a alcançar cinco resultados nos sete primeiros eventos, incluindo no GP de França, onde o espanhol conseguiu o melhor resultado de MotoGP da KTM no seco. O número 44 não conseguiu igualar esse 6º lugar em casa, em Barcelona, mas havia uma coisa em particular que Espargaró notou ser “simplesmente impressionante” sobre o progresso contínuo da KTM.

“Sim, tem sido um fim de semana difícil e nós prevemos a corrida como foi – muitas quedas e o ritmo não foi incrivelmente rápido, mas eu estava apenas a tentar ficar na moto, não derrapando tanto, tentando manter os pneus frescos até ao final e só isso já foi um trabalho louco”, refletiu o Campeão do Mundo de Moto2 de 2013.

“Nós estávamos a andar para sobreviver, acabámos por não bater nem cair e terminamos em sétimo, mas acho que o mais importante é que terminamos 16 segundos atrás de Marquez, e no ano passado foram 36. Fomos 20 segundos mais rápidos. Isso é simplesmente impressionante, é inacreditável.”

Com o calor, as condições estiveram difíceis, pois as temperaturas da pista subiram acima dos 50 graus Celsius. Na temporada passada, as temperaturas na pista foram 45 graus Celsius e apesar do tempo total de corrida de Espargaró ser apenas dois segundos mais rápido em 2019 do que em 2018, fechar a diferença para o vencedor em 20 segundos é mais uma indicação de que a KTM está a chegar.

Mas e Zarco? O francês terminou em décimo em Barcelona – o seu melhor resultado na KTM até ao momento – e começa a sentir-se confortável na RC16 depois de vir da Yamaha na última temporada. O bicampeão mundial de Moto2 estava de bom humor após a corrida, com Zarco dizendo que ele experimentou as melhores sensações numa moto desde há longo tempo.

“Foi uma boa corrida para mim. Escolhi o pneu traseiro duro e senti-me bem imediatamente, e penso que este pneu me ajudou na segunda parte da corrida, fui forte”, comentou o piloto número 5.

“No final, recuperei de alguns problemas, esforcei-me para controlar a moto mas, pelo menos, penso que fiz uma das corridas mais fortes desde o início da época. Tive a sorte de haver muitos acidentes e subir todas as posições que pude. Foram condições complicadas, estava quente, houve lutas e erros, mas sim, acabei com a melhor sensação em muito tempo e estou feliz por ter conseguido este top 10, mesmo que não tenha havido muitos pilotos a terminar.”

Miguel Oliveira, por sua vez, disse:

“Foi uma corrida bastante dura. Sabíamos que ia ser muito difícil com estas condições e conseguimos acabar por terminar dentro dos pontos, que era o nosso principal objetivo. Já tinha recuperado muitas posições desde o arranque, mas acabei por me ver envolvido num incidente na curva 10 logo na primeira volta e para evitar dois pilotos tive de alargar muito a trajetória. Recuperei ainda algum tempo, sem referências e sem ninguém à frente. Terminei a corrida dentro dos pontos e estou feliz com o resultado final.”

Depois de completar o teste pós-GP de segunda-feira no Circuito de Barcelona-Catalunha, o lendário Circuito de Assen é o próximo pouso do exército laranja. Em Assen, Espargaró já terminou em 11º e 12º lugar numa KTM. Veremos os pilotos da KTM a desafiar os dez primeiros na Holanda?

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png