MotoGP, Assen: Dovizioso filosófico

Por a 27 Junho 2019 16:30

Andrea Dovizioso apela a ‘calma’ depois de perder muitos pontos de MotoGP na Catalunha para Marc Marquez, e diz que um novo chassis na Ducati é um ‘talvez’ para Assen.

As hipóteses de Andrea Dovizioso para o título de MotoGP sofreram um duro golpe quando, depois de já ter perdido terreno para Marc Márquez nas três corridas anteriores, foi derrubado por Jorge Lorenzo em Barcelona e não acabou.

O piloto da Ducati continua em segundo no Campeonato do Mundo, mas a vitória de Marquez significa que Dovizioso ficou 37 pontos para trás ao chegar a Assen este fim-de-semana.

Os números parecem preocupantes, mas Dovizioso não vai entrar em pânico: “Precisamos de manter a calma e o foco, levando uma corrida de cada vez. O campeonato ainda tem um longo caminho pela frente.”

O vencedor do Qatar acrescentou: “Não há tempo para ficar a lamentar os pontos perdidos em Barcelona, ​​precisamos de enfrentar cada corrida trabalhando duro como fizemos até agora.”

“Acredito que estamos a mostrar grande competitividade e, apesar de haver sempre áreas a melhorar, comprovámos a nossa velocidade.”

O teste pós-corrida em Barcelona viu Dovizioso tentar um novo quadro para a sua Ducati GP19, que ele descreveu como “talvez” para usar em Assen neste fim-de-semana:

“A entrada em curva parece um pouco melhor, mas não é completamente claro como, porque não é fácil entender a diferença.”

“Num teste, andamos sozinhos. Podemos fazer uma comparação e entender as sensações, mas não é como tentar um pneu diferente, quando há uma diferença clara.”

“Normalmente, num fim-de-semana de corrida, entendemos mais porque estamos a andar com outros pilotos e, quando algo assim muda [chassis], é preciso entender exatamente as características. Em Assen, vamos ver.”

Enquanto Dovizioso, Lorenzo, Maverick Vinãles e Valentino Rossi foram eliminados na volta 2 no acidente em Barcelona, ​​Danilo Petrucci deu seguimento à sua vitória em Mugello ao conquistar o terceiro pódio consecutivo.

“Eu sempre tive boas sensações em Assen, é um dos meus circuitos favoritos, apesar do facto de que em teoria não é o mais fácil para nós”, disse Petrucci.

“Nós estivemos numa sequência positiva nas últimas corridas, por isso primeiro que tudo, quero ser competitivo e lutar pelo pódio mais uma vez. Além disso, no ano passado tive um fim-de-semana muito difícil em Assen, pelo que vou ter uma motivação extra indo para esta ronda.”

“O tempo vai ser um ponto de interrogação, e apesar de o meu estilo de pilotagem e as características da Desmosedici GP poderem representar uma vantagem em condições molhadas, espero que tenhamos uma corrida seca. Temos outra oportunidade de fazer um bom resultado.”

Petrucci, quarto no campeonato mundial, deverá ver confirmada a sua permanência ao lado de Dovizioso para 2020 nas próximas semanas.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png