MotoGP, Aragón: Um parafuso a menos na KTM?

Por a 20 Setembro 2019 11:16

Perante as dificuldades, leia-se juventude do projeto, sentidas pela KTM na sua RC16 desde que embarcou na MotoGP em 2016, a fábrica trouxe este ano para ajudar no desenvolvimento o experiente Dani Pedrosa, que infelizmente se magoou logo a seguir, atrasando um pouco as coisas…

Finalmente, há uns 2 grandes prémios atrás, o Espanhol teve uma sessão de testes completa em Brno, com muito feedback passado à equipa liderada por Mike Leitner, de que já resultaram modificações à RC16… E a primeira pode parecer estranha: remover e deixar de fora dois dos parafusos que agarram o quadro à parte traseira do motor!

O que isto faz é, claro, reduzir a rigidez do conjunto permitindo mais flexão lateral, que dá uma vida mais fácil aos pneus, ajudando a moto a curvar, sendo sabido que sub-viragem era um dos problemas a afetar a pilotagem ao longo de uma volta na KTM.

Nomeadamente, ao longo do início da época, um piloto experiente como Zarco foi incapaz de se adaptar à sensação da moto, mas Oliveira, sem outro termo de comparação, foi capaz de extrair desempenhos inesperados do chassis, sendo também evidente que Pol Espargaró, mais agressivo, era o único a tirar partido da moto, embora porque esta, em grande parte, foi desenvolvida pelo seu feedback, e logo, à medida do seu estilo e da sua condução…

Os resultados do Espanhol estão cada vez melhores, com qualificações na primeira fila e momentos nas sessões de treinos em que a moto Austríaca lidera mesmo o pelotão…

O que não deixa de ser irónico é que , analisando este desenvolvimento técnico, a necessidade da marca retirar, ou deixar fora do quadro, dois parafusos, trai uma certa ingenuidade na elaboração do chassis, onde mais ajustabilidade devia ter sido incorporada no projeto sem necessidade de remover nada, através do binário dos apertos, que sempre foi um fator em jogo (e mais a mais impossível de discernir pelos espiões das outras equipas) para afinar a rigidez duma ciclística…

Com o braço oscilante de carbono já a tornar-se de origem em todas as RC16, inclusivamente utilizado este fim-de-semana por Mika Kallio, que não pilotava num Grande Prémio há mais de um ano, teremos que observar com interesse para ver se uma solução menos radical no controlo da flexibilidade do chassis aparece na KTM a seguir…

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png