MotoGP, 2020: Rins diz que Márquez já o vê como rival

Por a 30 Maio 2020 14:00

A MotoGP falou com 2 homens da Suzuki lado a lado, mas cada um em suas casas, Kevin Schwantz e Alex Rins, sobre a vida como pilotos de MotoGP.

“Marc para mim é o homem a bater”, disse Rins, durante o episódio inaugural de quinta-feira do MotoGP Live “A Sit Down With”, em que Kevin Schwantz também elogiou o espanhol por colocar a Suzuki de novo nos lugares altos do pódio.

“A rivalidade é muito alta. Já em 2019, partilhei muitos momentos em pista com ele e, com certeza, quando ele ganha ou acaba à minha frente, termino a corrida um pouco zangado. Quero vencê-lo, mas também é assim com ele. Lembro-me de em Silverstone, quando o bati, e ele ficou tão zangado, tão zangado, porque quer vencer sempre.”

“Marc é muito bom nestas coisas mentais; joga muito do lado psicológico com todos os pilotos. Por exemplo, Brno o ano passado vem-me à cabeça. Estava a dar uma volta rápida e ele olhou para trás, viu-me, abriu a trajetória, mas não muito. Estava na linha seca e toquei-lhe. Perdi a minha volta rápida, mas tudo bem, continuei a puxar. No final, na última chicane em Brno, antes de ir para a esquerda, ele ultrapassou-me tão perto, tão perto, que estivemos perto de bater, e depois ele entrou na boxe. Esse momento vem-me à cabeça e eu sabia que nessa altura, o Marc estava a considerar-me um rival.”

Os dois espanhóis têm uma sequência de batalhas renhidas em pista que leva a que o par continue a sua luta no pitlane com jogos psicológicos.

“Sim, gosto disso”, – diz Rins a propósito- “porque significa que estou a fazer um bom trabalho. O Marc é um piloto incrível, ganhou muitas corridas, muitos Campeonatos e se ele está a pensar em mim como um rival, significa que estou lá a lutar com ele.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png