MotoGP, 2020: Lorenzo sai em apoio de Ianonne

Por a 6 Maio 2020 14:30

Jorge Lorenzo fala sobre o caso de doping de Andrea Iannone. “O talento não se pode comprar nem se esquece”, sublinha o tricampeão mundial de MotoGP e agora piloto de testes da Yamaha e acrescenta: “Os seus argumentos são convincentes” .

Andrea Iannone está banido pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM) desde 17 de Dezembro por provar positivo num teste à substância proibida Drostanolona, um esteroide anabólico, na sua amostra de urina do GP de Sepang de 2019.

Mesmo com a sua defesa a tentar apoiar, através de uma amostra de cabelo, a tese de ingestão inadvertida por comer um bife contaminado com esteróides na Ásia, o veredicto anunciado a 1 de Abril foi duro: Com a proibição de 18 meses (até 16 de Junho de 2021), a carreira do italiano de 30 anos no MotoGP está praticamente terminada. A última esperança para o piloto de fábrica da Aprilia é o resultado ao apelo feito ao Tribunal Internacional do Desporto (CAS).

À exceção de Cal Crutchlow, os colegas de MotoGP de Iannone têm-se retido até agora com comentários sobre o caso de doping, mas agora o pentacampeão mundial e novo peso pesado da Yamaha Jorge Lorenzo publicou no Instagram um comentário a dizer:

“Todos são teus amigos quando as coisas estão a correr bem. Mas muitos desaparecem quando há problemas. Não me vejo como amigo da Andrea Iannone e nunca enviei uma fotografia com ele. Talvez porque sempre gostei de fazer o contrário, não vejo um momento melhor do que fazê-lo agora, quando ele certamente precisa mais”, escreveu numa fotografia partilhada com o italiano. Ambos vivem em Lugano.

“Ontem [segunda-feira] demos um passeio pelo lago e conversámos durante algum tempo. Rimos quando nos lembramos de algumas anedotas, e também lhe perguntei sobre a sua causa”, disse o maiorquino, que completou 33 anos na segunda-feira. “O que é certo é que ele é o único que sabe a verdade, mas quando o ouvi, vi-o calmo e confiante, e os seus argumentos convenceram-me. Como toda a gente, Andrea cometeu erros no passado, mas não acho que o “erro” tenha sido intencional desta vez. Por isso, desejo e espero que, mais cedo do que tarde, ele seja livre para fazer o que faz melhor.”

A conclusão de Lorenzo: “Ao fim e ao cabo, podes ou não gostar da personalidade dele, mas é evidente que o tipo é talentoso e rápido. E como eu disse,O talento não se pode comprar nem se esquece”.

 

 

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x