MotoGP, 2020: Jonathan Rea perto de entrar no MotoGP

Por a 23 Maio 2020 15:30

 

O penta-campeão mundial de Superbike, Jonathan Rea, chegou a conseguir 2 oitavos lugares da classe de MotoGP em 2012 como wild card. Então, porque terá recusado uma oferta como piloto regular nessa altura?

O nome de Jonathan Rea é regularmente associado ao MotoGP, porque no Campeonato do Mundo de Superbike o pentacampeão mundial há muito que ganhou tudo o que há para ganhar. Mas o atleta de 33 anos tem sublinhado repetidamente que se sente em casa na Kawasaki e no Campeonato do Mundo de motos de produção.

No entanto, Rea esteve relativamente perto de dar o salto para o Mundial de MotoGP em 2012, quando competiu pelo lesionado Casey Stoner na equipa de fábrica da Honda Repsol nos Grandes Prémios de Misano e Aragón desse ano.

O norte-irlandês deu-se bem com a moto e pneus desconhecidos nessas participações. No entanto, uma oferta de MotoGP numa equipa satélite da Honda não convenceu Rea.

“Acho uma pena que ele não tenha escolhido o MotoGP. Foi-lhe feita uma boa oferta”, recorda Carlo Fiorani, da Honda Racing Corporation, numa entrevista recente.”Ofereceram-lhe uma moto na equipa da Gresini, mas ele queria uma moto de fábrica, não aceitou, e não havia lugar na equipa de fábrica na altura.”

“Tenho a certeza que quando o vissem a andar, ele se mudaria para a equipa oficial depois de um ano ou dois e também teria uma grande carreira no MotoGP.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png