MotoGP, 2020, Estíria: Zarco penalizado

Por a 21 Agosto 2020 10:42

O francês vai começar a sua próxima corrida de MotoGP a partir do Pitlane. 

A FIM anunciou finalmente o veredito dos Comissários de MotoGP na sequência do acidente de Domingo entre Johann Zarco e Franco Morbidelli.

Depois de convocar Johann Zarco e Franco Morbidelli para uma audiência na quinta-feira, e rever todas as provas de vídeo disponíveis, o painel de segurança da MotoGP penalizou o piloto da Ducati Avintia.

Após avaliação, os Comissários Bill Cumbow, Freddie Spencer e Ralph Bohnhorst determinaram que “houve indícios de condução irresponsável por parte de Johann Zarco, o que resultou numa penalização”.

O incidente entre Zarco e Morbidelli ocorreu na 9ª volta da corrida de domingo, quando Zarco passou Morbidelli para o oitavo lugar ao entrar a 300km/h da Curva 2.

No entanto, o par envolveu-se à saída, e Morbidelli bateu na traseira da moto de Zarco na travagem para a Curva 3.

A consequência chocante foi que a máquina caída de Morbidelli evitou por pouco eliminar Maverick Viñales e Valentino Rossi na apertada Curva 3 a seguir, onde a Ducati desfeita de Zarco também voou sobre a moto de Viñales.

A equipa da Avintia disse que os dados mostram que Zarco travou mais tarde na saída da Curva 2 do que em qualquer outro momento da corrida.

No entanto, na quinta-feira, Morbidelli, que pediu desculpa por ter chamado Zarco “meio-assassino” na Televisão italiana no passado domingo, contrapôs que:

“O facto de ter travado dois metros depois não significa nada, porque a aproximação à curva foi errada, a manobra de ultrapassagem foi errada e a linha de saída foi errada…”

Zarco insistiu que não saiu especialmente largo e as imagens de TV sugerem que uma linha a varrer à saída da Curva 2 era a sua trajetória normal.

Mas a Curva 2 na volta 9 não era uma situação ‘normal’, no sentido em que Zarco tinha acabado de ultrapassar Morbidelli por dentro e teria sabido que o italiano estava perto dele, logo atrás.

A questão a ser julgada pelos Comissários da FIM, depois de analisar provas em vídeo e falar separadamente com cada piloto na tarde de quinta-feira foi, por isso, se Zarco tinha dado espaço razoável a Morbidelli ou, como afirmado por Valentino Rossi, se atravessou em frente ao #21 e “travou-lhe na cara”.

“Ao mover-se rapidamente para a direita e travar ‘na cara’ de Franco, Zarco não lhe deu espaço para abrandar, por isso Morbidelli não podia fazer mais nada a não ser atingi-lo a toda a velocidade”, escreveu Rossi no Instagram.

“Expliquei tudo aos Comissários e até tínhamos boas provas com os dados”, disse Zarco na noite de quinta-feira. “Na minha opinião, não deve haver penalizações porque não fiz nenhuma loucura, mas vamos ver qual é a decisão…”

Zarco foi submetido a uma cirurgia a um osso escafoide fraturado no pulso direito, causado pelo acidente, na quarta-feira, mas ainda espera andar no sábado depois de saltar os treinos livres de hoje. Morbidelli escapou a qualquer lesão grave com escoriações e está apto a competir este fim de semana.

A parede de protecção na Curva 3 foi prolongada este fim de semana, para tentar evitar uma repetição de motos caídas atravessarem a pista.

0 0 vote
Article Rating
1 Comentário
antigo
recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
SNN81
SNN81
2 meses atrás

Parece que alguns especialistas que por aqui passaram vão ter de rever os seus conhecimentos sobre o MotoGp…

Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x