MotoGP 2020: Desenvolvimento de motor e aerodinâmica oficialmente congelados até 2022

Por a 16 Abril 2020 15:30

O MotoGP confirmou oficialmente que os desenvolvimentos de motor e da aerodinâmica serão congelados para as temporadas de 2020 e 2021.

No meio das preocupações com o impacto financeiro que o coronavírus terá nos participantes do MotoGP, a Comissão de Grande Prémio reuniu-se para encontrar métodos para reduzir custos.

“Estas alterações destinam-se a reduzir os custos incorridos devido à crise Covid-19 em curso, mantendo ao mesmo tempo a equidade e a igualdade, a fim de conservar o valor de entretenimento do desporto e a integridade da competição”, refere um comunicado da Comissão de GP.

A decisão de congelar o desenvolvimento até ao início da temporada de 2022 tinha sido revelada pelo Motorsport.com.pt na semana passada, com o chefe da equipa Tech3 e presidente da IRTA, Herve Poncharal, a explicar como é vital para o desporto economizar dinheiro em resposta à pandemia de coronavírus em curso.

O MotoGP anunciou alterações às regras normais de desenvolvimento do motor e aerodinâmica para as temporadas de 2020 e 2021, não havendo atualizações permitidas para as peças homologadas em Março de 2020 para o resto deste ano, o que se aplica tanto aos fabricantes de concessão como aos não concessionados.

Todas as equipas voltarão a iniciar o campeonato do mundo de 2021 com o motor e aerodinâmica de Março de 2020, após o que poderão fazer uma atualização aerodinâmica durante a próxima temporada (efetivamente a atualização transitada a partir da temporada de 2020).

As equipas de concessão (atualmente KTM e Aprilia) também serão autorizadas a atualizar os seus motores como de costume durante o próximo ano, mas as equipas não concessionadas vão utilizar a mesma especificação do motor a partir de Março de 2020 até ao final da temporada de 2021.

O ciclo normal  do desenvolvimento do motor e aerodinâmica deverá ser retomado em 2022.

Todas as outras partes das máquinas de MotoGP, como chassis e electrónica, ainda não estão cobertas por qualquer congelamento de desenvolvimento.

No entanto, toda alteração à moto será congelada durante as próximas duas temporadas nas classes de Moto2 e Moto3, onde as autoridades também proibiram o uso de dispositivos de variação de altura.

Ainda não é claro quando e onde as corridas se poderão realizar em 2020, mas está prevista uma temporada encurtada de cerca de 10 rondas.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x