MotoGP, 2020, Brno: Petrucci frustrado com 12º na Ducati

Por a 10 Agosto 2020 16:30

“Se foi um mau dia? Acho que sabem a resposta!”

Danilo Petrucci estava em boa companhia no final do Grande Prémio da Checa, com alguns ex-vencedores de Grande Prémio à sua volta. No entanto, não se tratou de lutar pela vitória em Brno, mas apenas de conseguir pontos e limitação de danos.

Joan Mir, piloto da Suzuki, que mais tarde foi eliminado por Iker Lecuona da KTM Tech3 no GP da República Checa, acusara Danilo Petrucci de um estilo de condução agressivo nas primeiras etapas da corrida.

O piloto italiano da Ducati não conseguiu compreender isso e revelou que tinha feito manobras normais de ultrapassagem e, basicamente, salientou que tinha lutado maioritariamente com armas inferiores.

O Italiano terminou o Grande Prémio em Brno no 12º lugar e disse:

“Fui ultrapassado por muitos pilotos durante a corrida. Não tinha aderência, nem tração. Não sabemos porquê e até agora não olhei para os dados. Mas não sei porque é que o Joan diz isso. O MotoGP é assim.”

No entanto, parecia surpreendido com Johann Zarco, que tinha assumido a pole position no sábado com uma Ducati de 2019 e também subiu ao pódio no domingo. “Tentámos copiar o seu estilo de condução. Às vezes funcionava, outras não. Na sexta-feira e no sábado, beneficiou de cones de ar durante as suas voltas rápidas. Mas acho que ninguém esperava que fosse tão forte na corrida. Vamos olhar para ele com atenção agora”, disse Petrucci, e quando lhe preguntaram se era um dia bom ou mau, o vencedor do Grande Prémio de Mugello disse com uma gargalhada:

“Acho que sabem a resposta. Foi difícil mover a moto para seguir os outros pilotos. Ficaria mais feliz se fosse o melhor piloto da Ducati, mas não é agradável.”

Petrux lutou durante toda a corrida com o companheiros de equipa Andrea Dovizioso, com Maverick Viñales (Yamaha) e Cal Crutchlow (Honda).

“Não era um mau ambiente, pois são pilotos que já ganharam corridas. Aqui, no entanto, apenas lutámos por pontos. Foi uma luta difícil.”

Petrucci, que vai correr pela KTM Red Bull Tech3 no próximo ano, sublinha a batalha com os rivais, mas também o estado da sua própria moto e as condições. No entanto, salvou pelo menos alguns pontos no Campeonato.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x