17 títulos do Mundial de Velocidade decididos na última corrida

Por a 7 Novembro 2015 18:25

É assim mesmo que os adeptos dos desportos motorizados querem, grandes corridas nas suas modalidades preferidas durante todo o ano e a decisão do título na última corrida, se possível, na última curva da última volta, ou ainda melhor, em photo-finish. Há muito que o MotoGP ou a classe rainha do Mundial de Velocidade de Motociclismo não tinha um título decidido na última corrida com todo este entusiasmo. Em 2013 foi decidido na última corrida, mas a questão foi pacífica. Há, contudo, muitas e boas histórias para contar e a verdade é que está é a 17ª vez que a decisão do campeão é levada para a última corrida, desde 1949.

Nos 67 anos de história do Mundial de Velocidade, esta é apenas a 17ª vez que o título da categoria principal vai ser decidido na corrida final, e desde 1992 que os números não eram tão equilibrados. A primeira vez foi em 1950, com Umberto Masetti a ser segundo atrás de Geoff Duke, sendo que isso lhe bastou para ser campeão, o que sucedeu apenas por um ponto.

Em 1952, Masetti foi novamente campeão, repetindo o segundo lugar na corrida final, em 1957, Libero Liberati venceu a última corrida e assegurou o título, batendo Bob McIntyre. Em 1966, Mike Hailwood e Giacomo Agostini rodavam juntos até que a moto do piloto britânico cedeu e Agostini assegurou o primeiro dos seus oito títulos nas 500cc. Em 1967, Mike Hailwood venceu a última corrida, e foi preciso chegar-se ao desempate por maior número de segundos lugares, pois as vitórias dos dois pilotos foram as mesmas, cinco. Ganhou Agostini novamente.

Em 1975, Giacomo Agostini voltava a assegurar o título, batendo desta feita Phil Read, que apesar de ter ganho a última corrida, não conseguiu também o título. Em 1978, Kenny Roberts e Barry Sheene defrontaram-se nos 22 Km do Nurburgring, sendo que Roberts, terceiro na corrida, logo na frente de Sheene, foi campeão. Em 1976, nova queda a decidir um título, quando o jovem Virginio Ferrari caiu, deixando o título entregue a Kenny Roberts.

Em 1980, Kenny Roberts chegou à ultima corrida com um avanço confortável, e apesar Randy Mamola ainda ter liderado a corrida, abandonou com problemas mecânicos, facilitando a vida a Roberts. Mas Randy Mamola voltou a ter nova oportunidade em 1981, mas na pista sueca de Anderstrop ficou fora dos pontos e o campeão foi o italiano Marco Lucchinelli.

Em 1983, Freddie Spencer e Kenny Roberts chegaram a Imola separados por cinco pontos, e apesar de o ter conseguido com alguma dificuldade, ‘Fast Freddie’ foi segundo na última corrida e assegurou o título. Em 1989, Eddie Lawson e Wayne Rainey lutaram na última corrida, o piloto da Honda (Lawson) foi segundo e assegurou o título. Em 1992 foi a vez de Mick Doohan e Wayne Rainey chegarem à última prova separados por dois pontos, mas Doohan teve um ano difícil na sequência de um acidente que o deixou de fora várias corridas e na última corrida foi apenas sexto, facto que permitiu a Rainey alcançar o terceiro lugar e o título.

Em 1993, Kevin Schwantz chegou a Jarama com 18 pontos de vantagem para Wayne Rainey, mas a verdade é que o título ficou resolvido na prática duas corridas antes quando em Misano, Wayne Rainey sofreu uma queda que encerrou precocemente sua carreira.

Nicky Hayden, ou Kentucky Kid, se preferir, também foi campeão com um título decidido na última corrida, em 2006. Valentino Rossi chegou ao circuito de Valência com oito pontos de vantagem para Nicky Hayden, mas este foi terceiro e aproveitou uma queda de Rossi, na quinta volta, terminado a corrida na 13ª posição.

há dois anos, 2013, na sua temporada de estreia, Marc Márquez chegou a Valência com 13 pontos de vantagem para Jorge Lorenzo. O piloto da Yamaha venceu a corrida, mas o terceiro lugar foi o suficiente para Marquez se tornar no mais jovem campeão da história da classe rainha do Mundial de Velocidade. Como será este ano?

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png