MotoGP, Algarve: Poncharal abatido por a Tech3 não pontuar em Portimão

Por a 9 Novembro 2021 19:04

A equipa Tech3 KTM de Hervé Poncharal não pontuou pela quarta vez consecutiva. Danilo Petrucci nem passou da primeira volta e Iker Lecuona abalroou Miguel Oliveira no GP de MotoGP em Portimão.

“Foi uma pena, porque mais uma vez fomos muito rápidos nos treinos livres e na qualificação durante todo o fim-de-semana. Sabíamos que tínhamos um bom ritmo e que um bom resultado teria sido possível para os nossos dois pilotos”, afirmou ainda no Algarve Hervé Poncharal, o director-desportivo da equipa satélite da casa laranja, a Tech3.

“Infelizmente, o Danilo foi tocado de novo por um dos dois pilotos de fábrica da KTM, de modo que nem conseguiu terminar a primeira volta, o que é uma pena.”

Sobre o toque do espanhol Iker Lecuona que tocou em Miguel Oliveira e retirou o piloto português da corrida a 2 voltas do final quando ocupava o décimo lugar, Hervé Poncharal comentou: “O Iker começou bem e estava onde esperávamos, junto ao grupo da frente,  mas infelizmente, como já vimos muitas vezes nesta temporada ele voltou a cometer um erro, perdeu três segundos e a conexão com os dez primeiros. Quando voltou a andar bem, teve uma luta interessante com o Miguel e o Brad, mas caiu e com a sua queda levou o Miguel com ele para o solo. Isso trouxe a bandeira vermelha e acabou com as nossas esperanças de pontos. “

Miguel Oliveira numa altura que Lecuona e Brad Binder vinham atrás da KTM ’88’

“Tenho pena do Petrucci e do Miguel. Não acho que as nossas KTM e as de fábrica se deram bem em Portimão, mas faz parte das corridas, pelos menos é assim que o entendemos.”

“Espero mesmo é que a última corrida nos volte a correr um pouco melhor. A temporada tem sido longa e sem muita luz para nós. Só espero que voltemos a ver alguma luz em Valência.”

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x