MotoGP, 2021, A palavra aos Chefes: Dall’Igna (Ducati): “Sou a pessoa mais feliz do mundo”

Por a 3 Maio 2021 22:54

Luigi Dall’Igna, ou ‘Gigi’, como é conhecido por todos no paddock, é director da Ducati Corse desde 2014. Terminar em primeiro e segundo em Jerez, circuito que por hábito é difícil para a Ducati, foi crucial para nós”, disse. 

Luigi Dall’Igna – Director-Geral da Ducati Corse

A Ducati Lenovo Team conseguiu a ‘dobradinha’ no Grande Prémio de Espanha realizado no Circuito de Jerez, onde Jack Miller e Francesco Bagnaia levaram as suas motos Desmosedici GP ao pódio, terminando em primeiro e segundo, respectivamente.

Este é o segundo sucesso no MotoGP pelo piloto australiano, obtido no final de uma corrida magistral. Começando com o terceiro tempo mais rápido da primeira linha da grelha, Miller assumiu uma liderança antecipada após a partida, mas foi ultrapassado por Quartararo na quarta volta e caiu novamente para o segundo lugar. O piloto da Ducati Lenovo Team tentou manter-se próximo do francês e aproveitou imediatamente as suas dificuldades para a segunda parte da corrida enquanto continuava a empurrar, a apanhá-lo e a ultrapassá-lo com dez voltas para o fim.

“O Jack manteve um bom ritmo e geriu perfeitamente a corrida”

Miller cruzou a meta em primeiro lugar, dando a Ducati a sua segunda vitória em Jerez de La Frontera desde a última vitória de Capirossi em 2006 e somando 25 pontos à sua posição na classificação geral, que atualmente o vê em sexto lugar.

“Penso que sou a pessoa mais feliz do mundo neste momento: Jerez sempre foi uma pista difícil para as motos Ducati, por isso, ser capaz de terminar em primeiro e segundo hoje é crucial para nós, especialmente de um ponto de vista técnico. Ambos os pilotos tiveram uma corrida sensacional e foram fantásticos. Sabiam como fazer uma corrida com maturidade: Jack manteve um bom ritmo e geriu perfeitamente a corrida, o Pecco fez uma performance incrível, terminando em segundo lugar e assumindo agora a liderança do campeonato. Parabéns a ambos, à equipa e a todos da Ducati Corse”.

O Pecco fez uma performance incrível

Foi uma grande corrida também para Francesco Bagnaia, que começou com o quarto tempo mais rápido hoje. Em terceiro lugar, na primeira volta, o italiano tinha recuado atrás de Aleix Espargaró e Franco Morbidelli, mas graças a um ritmo constante, conseguiu apanhar ambos e ultrapassá-los. Na volta 18, Bagnaia conseguiu finalmente ultrapassar Quartararo e ficou em segundo lugar, menos de dois segundos atrás do seu companheiro de equipa Jack Miller.

Graças a este resultado, Pecco Bagnaia lidera agora a classificação geral por dois pontos em relação ao Quartararo. A Ducati e a equipa Ducati Lenovo ocupam o segundo lugar na classificação dos fabricantes e das equipas, respectivamente.

Quem é Luigi Dall’Igna?

Luigi Dall’Igna, para todos os Gigi do paddock, é diretor da Ducati Corse desde 2014. Ele é o designer no centro de uma história que, no que respeita a ideias, inovações e capacidade de realização, é toda italiana. É uma história vencedora a nível mundial graças a características como a genialidade e a criatividade generalizada, comummente reconhecidas como peculiaridades italianas, mas também graças a outros factores como o trabalho em equipa, a responsabilidade e a capacidade de organização, que raramente são incluídos na narrativa de Itália (especialmente na própria Itália).

Poderíamos definir Gigi Dall’Igna, a Ducati e, mais especificamente, a Ducati Corse, recorrendo ao poço da retórica, mas talvez seja menos óbvio dizer algo muito mais simples: pode-se lutar constantemente pela vitória nos dois campeonatos mundiais de MotoGP e Superbike – a única casa do mundo nos últimos anos, apesar do seu tamanho – e ao mesmo tempo estabelecer-se nos campeonatos nacionais…

5 3 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x