MotoGP, 2020, Portimão: A carreira de Dovizioso em números

Por a 22 Novembro 2020 15:30

Na sua última aparição no Mundial antes de tirar um ano sabático em 2021, olhamos para a carreira de Andrea Dovizioso em números

1 – Andrea Dovizioso terá participado em 327 dos 956 Grandes Prémios que decorreram desde a criação do Campeonato do Mundo de MotoGP em 1949 até à sua última corrida este fim de semana em Portimão. Isto significa que terá participado em 34,1% de todos os Grandes Prémios que já aconteceram.

2 – No GP da Catalunha em 2019, Dovizioso tornou-se o primeiro piloto a atingir o marco de 300 Grandes Prémios sucessivos. O italiano não perde uma única corrida desde que começou o Campeonato do Mundo de 125cc a tempo inteiro, em 2002. Este Grande Prémio de Portugal é a sua 325ª corrida consecutiva, pondo fim a uma série incrível. O seu rival mais próximo é Valentino Rossi (Yamaha Monster Energy) com 230 corridas consecutivas.

3 – Dovizioso tem o terceiro “período vencedor” mais longo de todos os tempos, atrás de Valentino Rossi (20 anos e 311 dias) e Loris Capirossi (17 anos e 49 dias). 16 anos e 120 dias separam a sua primeira vitória em Grande Prémio em 125cc (África do Sul 2004) e o seu último triunfo no MotoGP (Áustria 2020).

4 – Há 11 anos e 21 dias entre o seu primeiro sucesso na classe rainha (Donington 2009) e o seu último (Áustria 2020). Apenas três pilotos têm um prazo mais longo entre a primeira e a última vitória: Valentino Rossi (16 anos e 351 dias), Alex Barros (11 anos e 204 dias) e Dani Pedrosa (11 anos e 182 dias). Mesmo com vitória em Portimão, não iria ultrapassar Pedrosa.

5 – O antigo campeão do mundo de 125cc terminou nos pontos em 283 ocasiões até agora na sua carreira.

6 – Durante a sua carreira, Andrea Dovizioso já correu em 28 circuitos diferentes, 29 quando as luzes se apagaram em Portimão, e conquistou a vitória em 16 deles.

7 – Os circuitos em que foi mais bem sucedido são Donington Park e o Red Bull Ring, pois já venceu três vezes em ambos.

8 – Venceu um Grande Prémio em quatro marcas de moto diferentes: Honda em 125, Honda em 250, Honda de 800cc (RC212V) e Ducati Desmosedici.

9 – Continua em sexto na lista dos pilotos mais jovens que ganharam um Campeonato do Mundo na classe de pesos-leves (125cc), reclamando a sua coroa de 2005 com 18 anos e 201 dias.

10 – O número 04 é o décimo lugar na lista de pilotos com mais pódios em Grande Prémio, com 103, logo atrás dos 111 de Max Biaggi.

11 – É o segundo piloto mais vitorioso da Ducati na história do MotoGP (14 vitórias), atrás dos 23 de Casey Stoner. O seu rival mais próximo é Loris Capirossi, que tem sete êxitos na fábrica de Bolonha.

12 – Desmo Dovi é também o segundo da lista com mais pódios com a Ducati, tendo ficado no pódio 40 vezes no MotoGP o que o coloca logo atrás de Casey Stoner (42 pódios) e à frente de Loris Capirossi (23 pódios).

13 –Andrea Dovizioso é também o piloto que teve mais partidas no MotoGP com a Ducati, à frente de Hector Barberá (140 contra 108).

14 – É o segundo a chegar ao fim com mais vitórias numa única temporada para a Ducati, com um total de seis triunfos em 2017, tal como Casey Stoner em 2008. O australiano, por outro lado, detém o recorde com dez êxitos em 2007, ano em que conquistou o título.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x