Moto3, 2021: 20 Inscritos na Idemitsu Asia Talent Cup

Por a 16 Dezembro 2020 15:30

20 pilotos vão correr a tempo inteiro nas Seis Eliminatórias da Taça, perfazendo 12 corridas em 2021

A competição vai começar ao lado do MotoGP no Qatar, antes de fazer uma primeira visita ao Circuito Internacional de Sepang

A Lista provisória de Inscrições e o calendário para a Idemitsu Asia Talent Cup 2021 já foram revelados. 20 pilotos a tempo inteiro vão correr na Taça, em seis Eliminatórias, 12 corridas ao todo em 2021, com quatro concorrentes escolhidos como reservas.

Os 24 pilotos são oriundos de sete países da Ásia e Oceânia: Austrália, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Tailândia e Turquia.

Como a pandemia Covid-19 obrigou ao cancelamento da Taça de 2020 após a ronda inaugural no Qatar, incluindo o Evento de Seleção de 2021, todos os pilotos que estavam prontos para competir na Taça esta temporada tinham automaticamente um lugar disponível na grelha de 2021. 

A maioria da Lista de Inscrições para 2021 compreende, portanto, rostos familiares, com os restantes lugares preenchidos por pilotos de campeonatos nacionais ou escolas de corridas em toda a Ásia e Oceânia, escolhidos pelo Comité de Seleção ATC.

Como já foi anunciado, Harrison Voight não voltará a competir na IATC, uma vez que foi escolhido para competir na Red Bull Rookies Cup.

 Voight vai também competir no Campeonato do Mundo de Juniores Moto3 de 2021. O compatriota Max Gibbons também deixará a IATC.

Além disso, o malaio Syarifuddin Azman deixará a IATC, concentrando-se no Moto3 Junior em 2021.

Shoki Igarashi também decidiu não voltar à grelha em 2021.

A juntar-se à IATC para 2021 estão os australianos e os ex-alunos da Oceania Junior Cup Marianos Nikolis e Tom Drane, que foram o Campeão e o segundo classificado, respetivamente, no OJC de 2020.

O jovem Malaio Hakim Danish, apresentado pelo Circuito Internacional de Sepang, também se juntará à grelha, assim como Tetsuya Fujita, piloto do Campeonato do Japão escolhido pela Honda.

Outra manchete chave vê o regresso de Danial Sharil. O malaio sofreu uma lesão nas pernas na última ronda do IATC de 2018 e, desde então, está num longo mas bem sucedido caminho para a recuperação, pronto para voltar a ocupar o seu lugar na grelha na próxima temporada.

A competição vai começar ao lado do MotoGP no Qatar, antes de fazer uma primeira visita ao Circuito Internacional de Sepang com o Campeonato da Malásia de Superbike.

A partir daí, a Taça regressa com o paddock do Grande Prémio no Twin Ring Motegi, Buriram e Sepang, antes de completar a temporada ao lado das SBK no Circuito de Rua Mandalika, na Indonésia.

Todas as datas, eventos e eventual presença de espetadores estão sujeitos à evolução da pandemia e à aprovação dos respetivos governos e autoridades.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x