Moto3, Aki Ajo: “O Jaume Masia estará entre os favoritos em 2022”

Por a 24 Dezembro 2021 12:57

O proprietário da Red Bull KTM está confiante de que a sua equipa terá novamente um papel importante no campeonato do mundo de Moto3 em 2022. Aki Ajo tem muita confiança no quarto colocado do campeonato, Jaume Masiá, assim como no estreante Daniel Holgado.

Jaume Masiá (21 anos, vitória no GP de Doha, quarto lugar geral no Mundial), pode causar sensação no próximo ano . Holgado chega ao mundial de Moto3 depois de conquistar o Mundial CEV Repsol Junior em 2021 – na GasGas Junior Team de Jorge Martinez. Substitui ainda o castigado Deniz Öncü na equipa Red Bull Tech3 em Misano e Portimão, apresentou resultados promissores em alguns treinos e alcançou um respeitável 13º lugar em Portugal.

Holgado completou o primeiro teste com a equipa Ajo em Jerez, dois dias depois de ter conquistado o título CEV em Valência, onde deu à GasGas o primeiro título mundial à empresa que faz agora parte do Grupo Pierer Mobility. Holgado já estava familiarizado com o material da KTM, porque a GASGAS RC250GP é idêntica em construção às motos de Moto3 de aproximadamente 60 cv da KTM e Husqvarna.

“Testámos com a equipa de Moto3 apenas um dia em Jerez”, disse Aki Ajo numa entrevista ao Speedweek. “Isso foi na terça-feira e estivemos em pista com os pilotos de Moto2 no teste de Dunlop na segunda-feira. Jaume Masiá tentou algumas coisas visando a próxima temporada. Para Daniel Holgado, tratava-se de aclimatar-se com a equipa. Masiá não é apenas um dos pilotos mais experientes na categoria Moto3, ele é definitivamente um dos mais rápidos. Mas com ele temos que melhorar a consistência. Isso tem a ver com a sua autoconfiança, ele tem que se manter 100% focado no futuro. Mas Jaume esteve entre os cinco primeiros quatro vezes nas últimas cinco corridas, em Portugal sofreu uma queda depois de uma excelente prestação”.

“O Daniel é definitivamente um dos grandes talentos, como provou ao vencer o Mundial de Juniores . Temos que aproveitar bem o inverno e durante as provas para nos conhecermos bem. Vamos começar a trabalhar com ele a nível de GP para os próximos testes em fevereiro. Não devemos definir expectativas muito altas.”, concluiu.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x