Moto3, 2021, Misano 2 – Corrida: Foggia adia decisão do título para Portimão

Por a 24 Outubro 2021 11:47

Fantástico triunfo de Dennis Foggia, que vindo do décimo sexto lugar chegou ao lugar mais alto do pódio. E com isto, Pedro Acosta só poderá celebrar o título na penúltima corrida em Portugal.

Desligado o semáforo, Nicolló Antonelli fez o holeshot na frente de Guevara, Nepa, Rossi, Salac e Masia. Pedro Acosta partira em 7º e Dennis Foggia,  o seu rival mais direto no campeonato vinha muito mais atrás, no 16º lugar. Na 2ª volta, Stefano Nepa assume a posição de líder com Antonelli e Jaume Masia logo atrás. Muito rápido, Darryn Binder estabelecia a volta mais rápida e chegava à sétima posição, encostando à KTM Ajo de Pedro Acosta. Foggia subia a 13º, já no encalce de Alberto Surra para poucas voltas depois entrar nos dez primeiros.

O líder do campeonato Acosta também subia na classificação, a quinto, colando-se a Filip Salac com 5 voltas cumpridas. Nesta altura, Antonelli já era o líder com Nepa, Masia e Acosta nas posições imediatas e o pelotão ainda muito agrupado. Surge então a primeira bandeira amarela, depois de Ricardo Rossi colidir com a traseira de John McPhee, sentir a moto desgovernada e cair.

Na 9ª volta Acosta tentava ganhar uma posição, tentando surpreender por dentro da curva 10 Izan Guevara, que soube defender o seu quarto lugar. John McPhee caia na curva 1 para abandonar a corrida.

A 15 voltas do final Antonelli mantinha a posição de líder na frente de Guevara e Nepa, Acosta vinha no 4º lugar, mas Foggia já era 9º.

A aparente reviravolta na classificação dá-se a 12 voltas do final, altura em que Acosta toma as rédeas de líder da corrida, mas por pouco tempo. Guevara respondeu, tirou a Acosta a posição de líder, que de imediato foi perdendo lugares e com um aparente problema na sua moto em menos de uma volta descia a quinto, sendo inclusive ultrapassado por Foggia, que não tardou a chegar a líder a 9 voltas do final da corrida. A vida complicava-se para Acosta, já com Nepa colado à sua moto que viria a superar o líder do mundial de Moto3, relegando-o para o sexto lugar.

Na cabeça da corrida, o ‘furacão’ Dennis parecia um firme líder formando com Masia, Guevara e Binder um grupo de quatro pilotos destacados dos restantes. A 6 voltas final caia Guevara e com isso Acosta ascendia a quinto, para pouco depois Nepa errar, subir aos correctores e perder o qurto lugar para Acosta. Na frente, Foggia e Masia vinham agora sotitários, com Binder a quase dois segundos e Acosta ainda mais distante.

A 3 voltas do final, a discusão da corrida estava nas mãos de Dennis Foggia e Jaume Masia, com o número 7 da Leopard Honda a defender na perfeição dos ataques de Masia, que foi até à derradeira volta a sombra de Foggia que arrebatou um brilhante triunfo. Neste período, Acosta consegue finalmente chegar ao terceiro lugar e ao pódio, mas o triunfo do italiano Foggia adia a decisão do título para Portimão… The Show Must go On!

 

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x