Tech3 deixa a Moto2 e junta-se à Moto3 em 2020

Por a 14 Agosto 2019 16:30

Após a decisão da KTM de se retirar como fornecedor de chassis da Moto2, a equipa da Tech3 vai terminar o seu envolvimento com a Moto2 e entrar na classe de Moto3 com as KTM Red Bull na próxima temporada.

A Tech3 concebeu e usou o seu próprio chassis desde o início da classe de Moto2 em 2010, tendo conquistado uma vitória, mas mudou para a KTM esta época, juntamente com a sua nova parceria com o fabricante austríaco no MotoGP.

“Estando envolvido em corridas há muitos anos, uma das coisas que mais gosto é começar um novo desafio e com certeza com a KTM isso nunca falha”, disse o dono da equipa Tech3, Herve Poncharal.

“Por isso, é uma honra transportar a bandeira da KTM Red Bull para a ultra-competitiva classe de Moto3, em que a Tech3 nunca entrou antes. Juntamente com a KTM, pretendemos ver a nossa parceria crescer e descobrir uma nova categoria, bem como ajudar jovens talentos, que será o futuro das corridas de Moto3 no nível superior.”

“Agora precisamos de reorganizar 2020 e a principal missão é encontrar e convencer os pilotos que tenham o perfil certo para entender e combinar com o nosso programa. Logo, os próximos dias serão muito ocupados. Finalmente, eu vejo esta mudança como algo muito positivo e construtivo, e toda a equipa está super motivada para entregar o que a Red Bull e a KTM esperam de nós ”.

A Tech3 está a passar uma temporada difícil de Moto2 com a KTM; Marco Bezzecchi garantiu até agora apenas dez pontos e o rookie Philipp Oettl ainda não pontuou.

Até agora, não foram anunciados pilotos para o novo projeto de Moto3, que faz parte do ‘reforço’ de recursos da KTM para a classe júnior, incluindo o regresso da sua marca irmã Husqvarna. A equipa de Aki Ajo é atualmente quem corre com a marca KTM Red Bull na Moto3, onde já foram vice-campeões com Miguel Oliveira.

“Antes de mais, devo dizer que estamos muito orgulhosos após esses primeiros meses de trabalho em conjunto com a Tech3, Hervé e toda a equipa”, disse o diretor da KTM Motorsport, Pit Beirer.

“Ainda foi há pouco tempo, mas a KTM já estabeleceu uma parceria muito forte e mal podemos esperar para reforçar isso para o futuro. A nossa mudança estratégica, que decidimos no último fim-de-semana, tem como base o compromisso de longo prazo que temos com o campeonato.”

“Acabamos de confirmar mais cinco anos na MotoGP, o que significa até daqui a sete anos. Alimentar a nossa academia KTM MotoGP é muito importante e fundamental e está a começar nas motos de Moto3 neste paddock. Da Red Bull Rookies Cup ao Campeonato do Mundo de Moto3, sentimos que precisamos de intensificar o nosso trabalho com os nossos talentos e em conjunto com equipas muito fortes.”

“É por isso que estamos verdadeiramente orgulhosos de ver que a Tech3 está a seguir e a apoiar a nossa ideia e que podemos criar outra plataforma de Moto3 em conjunto neste ambiente. Será uma base muito forte para jovens talentos futuros e estou ansioso por este projeto, que apoiamos totalmente, e faz parte da nossa estratégia global no MotoGP…mais uma vez, quero agradecer a todos os colegas da Tech3! ”

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
joao Recent comment authors
recente antigo mais votado
joao
Membro
joao

sucesso em moto2, em cima descrito – nenhum. Pena do Oetti e Bezzecchi que terão pensado no princípio do ano seria uma boa escolha esta aposta na KTM / Techh3 – falta lá o Miguel para, embora a custo, desenvolver a moto. O que digo é comprovado pela saida de ambos, KTM e Tech3 da moto2 …

joao
Membro
joao

e o AJO !? – espero que continue na moto3, com Red Bull, pois, mais que todos, merece; e em moto2, para o AJO ?, o que se segue ?

últimas Moto2
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png