Moto2 e Moto3: Alterações ao regulamento

Por a 18 Setembro 2019 17:00

 

A Comissão de Grande Prémio, composta pelos Srs. Carmelo Ezpeleta (Dorna, Presidente), Paul Duparc (FIM), Herve Poncharal (IRTA) e Takanao Tsubouchi (MSMA), na presença de Carlos Ezpeleta (Dorna), Mike Trimby (IRTA, Secretário da reunião) e Corrado Cecchinelli (Diretor Técnico), em reunião realizada em Misano, no dia 13 de Setembro, tomou as seguintes decisões:

Regulamento Desportivo – Temporada Efetiva 2020

Restrições de teste Classes Moto3 e Moto2 em resposta a uma solicitação das equipas. Os dias de teste serão limitados a dois testes oficiais, cada um de três dias, entre 01 de Fevereiro e o primeiro evento da temporada e um teste privado de dois dias durante a temporada num circuito acordado pelas equipas.

Seis dias por piloto de testes particulares num circuito na Europa ou num circuito no país da equipa.

Qualquer teste após o último evento da temporada anterior e antes de 30 de Novembro contará para o máximo de seis dias de testes particulares por piloto. (Anteriormente, os testes nesse período eram irrestritos).

Regulamentos técnicos – em vigor a partir de 01 de Janeiro de 2020

O uso de braços oscilantes de carbono não é permitido. (Nenhum é usado nas máquinas atuais).

A disposição CAN da classe de MotoGP (anexo ao Regulamento Técnico)mudará para permitir a introdução do dispositivo X2 Racelink Pro, que será obrigatório em todas as máquinas da classe MotoGP e fornecerá, entre outras coisas, um posicionamento GPS aprimorado à Direção de Corrida e comunicação em tempo real das mensagens de Direção de Corrida e das placas virtuais das boxes.

O X2 Racelink Pro será alimentado pelo sistema elétrico da moto e precisará de uma antena GPS específica e adicional a ser colocada em todas as máquinas.

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto2
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png