Moto2, Austrália: Martin domina condições traiçoeiras no topo da FP1

Por a 25 Outubro 2019 01:10

Jorge Martin, da Red Bull KTM Ajo, apoiou o primeiro pódio na classe intermédia há menos de uma semana no Japão, ao terminar mais rápido na primeira sessão de Moto2 no Grande Prémio da Austrália Pramac Generac.

A chuva continuou a cair bastante forte e mais uma vez, um monte de pilotos caiu, com alguns provando as áreas de cascalho mais de uma vez.

A sessão começou de maneira dramática quando o líder do Campeonato do Mundo, Alex Marquez (Marc VDS EG 0,0), e Luca Marini, da SKY VR46, sofreram uma queda logo na volta de saída.

A seguir, Fabio Di Giannantonio da Speed ​​Up Beta Tools caiu na curva 6, assim como Enea Bastianini (Italtrans) e Lorenzo Baldassarri (FlexBox HP40).

Na curva 4, Lukas Tulovic (Kiefer Racing), Xavi Cardelus (Gaviota Angel Nieto) e Dimas Ekky Pratama (Idemitsu Honda Team Asia), com o piloto indonésio também a voltar a cair na curva 6 durante a sessão.

Somkiat Chantra (Idemitsu Honda Team Asia) caiu na curva 12, enquanto Jake Dixon (Gaviota Angel Nieto Team) caiu na curva 8.

Nos estágios finais, Xavi Vierge (Marc VDS EG 0,0) caiu na curva 10 e o maior acidente da sessão aconteceu com o herói em casa da Onexox Sag, Remy Gardner, pois o australiano foi ferozmente cuspido por cima da moto na curva 8, com a moto terminando num estado lastimável.

O atual campeão mundial de Moto3 Martin terminou sete décimos à frente de Nicolo Bulega, da SKY VR46, com Stefano Manzi, da MV Agusta, completando os três primeiros. Vierge terminou em quarto lugar apesar do acidente e os cinco primeiros foram finalizados por Tom Lüthi, da Dynavolt Intact GP.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto2
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png