Moto2, 2020: Dixon fratura dedo, mas espera estar no Qatar

Por a 22 Fevereiro 2020 13:30

Jake Dixon está confiante de estar de volta a tempo do último teste de pré-temporada de Moto2 no Qatar, apesar de ter sofrido um dedo partido no teste de Jerez desta semana.

O novo piloto da Petronas, 17.º mais rápido no primeiro dia, a 1,283s do tempo mais rápido, lesionou-se durante a segunda sessão do segundo dia, o que levou a um regresso imediato ao Reino Unido para exames médicos.

“O médico disse que parti a ponta da parte de cima do dedo, e também arranquei um pedaço do lado dele“, explicou Dixon. “Mas disse que não deve ser um problema para a prova e corrida do Qatar, o que é uma boa notícia.”

“Tenho outro check-up na segunda-feira para mudar ligaduras e vão-me fazer uma capa por cima da luva para proteger o dedo quando eu ando, mas no geral ele disse que vai ficar tudo bem, por isso estou ansioso por continuar o nosso trabalho no Qatar.”

Apesar de ter perdido o último dia co a queda, Dixon conseguiu completar 93 voltas ao circuito do Grande Prémio de Espanha, à medida que continua a adaptar-se ao chassis Kalex, tendo passado a sua temporada de estreia com a Aspar num quadro da KTM.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto2
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png