Moto2: Miguel Oliveira fora do top 10 em dia duro

Por a 3 Agosto 2018 15:00

Está terminado o primeiro dia do Grande Prémio da República Checa, em Brno, com os pilotos de Moto2 a realizarem a sua segunda sessão de treinos livres.

Apesar do avançar da tarde a verdade é que as temperaturas fora, durante a sessão, muito elevadas com o termómetro a registar 47.1ºc no asfalto. Tal como na primeira sessão do dia a KTM voltou a sentir dificuldades e neste apronto nem um piloto colocou entre os 10 primeiros, o que pode deixar antever um fim de duro para os lados de Mattighofen.

Apesar das dificuldades, Miguel Oliveira foi novamente o melhor piloto da casa austríaca, sendo desta feita o 12º. O piloto luso ficou a pouco mais de meio segundo do topo, numa sessão onde 20 pilotos couberam no mesmo segundo, naquela que já é uma imagem de marca do Moto2. Já o seu colega e vencedor da última jornada, em Sachsenring, foi apenas 21º a mais de um segundo da frente.

Quanto ao melhor tempo ficou novamente nas mãos de Marcel Schrötter que parece ser o grande candidato à pole position de amanhã. No tórrido circuito de Brno o piloto alemão tem voado baixinho e agora deixou o líder do campeonato, Francesco Bagnaia, a 0.201s,

Seguiram-se Mattia Pasini, Álex Márquez e Fabio Quartararo que com a sua Speed Up foi o melhor dos outros fabricantes que não Kalex. Palavra ainda para Romano Fenati que ao ser sétimo foi novamente o mais forte estreante em pista.

Por último, mas não menos importante menção para o naturalizado português Sheridan Morais que efetuou, no dia de hoje, a sua estreia em Moto2. Aos comandos da Kalex da Willi Racing Team, Morais estabeleceu o 30º tempo entre os 33 pilotos que rodaram no traçado checo.  Sheridan, que está a competir através de um ‘wildcard’, melhorou em quase um segundo o seu tempo de uma sessão para a outra.

 Classificação:

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
joao Recent comment authors
recente antigo mais votado
joao
Membro
joao

desde há muito que não percebo esta incapacidade da KTM em pôr a funcionar a Moto2 deste ano; se reparar-mos, Speed Up e até NTS (marca deste ano) conseguem optimizar pelo menos mais rápido as suas motos, com as nefastas consequências que temos vindo a apreciar.
Coitado, o Miguel até suava hoje pela manhã …

últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png