MotoGP, Dixit, Brno: Brad Binder “Que isto seja o começo de algo grandioso”

Por a 9 Agosto 2020 20:42

Brad Binder, 24 anos de idade, fica para a história como o primeiro sul-africano a vencer na classe de MotoGP, e emocionou todos na KTM, ao garantir em Brno o primeiro triunfo para a marca austríaca numa corrida da principal categoria.

Na República Checa, Binder foi de força em força subindo na classificação até passar o vencedor dos dois primeiros Grandes Prémios, Fábio Quartararo, e desalojar do comando Franco Morbidelli, para depois controlar desde o primeiro lugar com autoridade a corrida nas últimas nove voltas.

“Honestamente, neste momento, estou perdido nas palavras. Sonho com isto desde pequeno e hoje tornou-se realidade. É incrível ganhar o meu primeiro Grande Prémio  (no MotoGP). Obrigado a todos os que me apoiaram, e a toda a equipa: hoje puseram uma moto louca por baixo de mim! Não sabia se podíamos ganhar, mas sabia que teríamos uma oportunidade. Foram as dez voltas mais loucas da minha vida, no final. Estava a ser o mais cauteloso que podia. Foi incrível. Inacreditável”.

“Desde que comecei na Red Bull Cup, tenho subido constantemente. E o objetivo a longo prazo sempre foi o sucesso na categoria de MotoGP. A Red Bull e a KTM acompanharam-me ao longo da minha carreira, e agora ganhamos na principal classe.”

Binder que saiu da sétima posição inicial e cedo viu em Brno que a sua moto estava muito rápida, mas dai a pensar na vitória… “Nunca na realidade pensei sobre isso… Coloquei-me atrás do Fabio e consegui tomar o ritmo dele facilmente. À medida que a corrida progredia, percebi que estava mais forte, então ataquei e ultrapassei-o. E quando me encontrei com o Franco, vi que tinha uma vantagem na travagem. Então esperei primeiro e depois fiz a manobra de ultrapassagem”.

Binder venceu o Campeonato do Mundo de Moto3 com a Red Bull Ajo-KTM em 2016, e em 2019 perdeu o título da Moto2 por apenas três pontos para Alex Márquez. Mas esta vitória na MotoGP parece ofuscar tudo.

“Quando andei pela primeira vez na Moto3, fiquei emocionado, achei que era uma grande loucura. Se fosse o fim da minha carreira, eu não teria reclamado. E quando olhamos ao redor hoje, estamos todos sem palavras, todos na KTM, todos na Red Bull. Ganhamos qas três classes juntos. E espero que isto seja o começo de algo grandioso”.

A propósito, com este resultado a KTM ultrapassou a rival Honda no Mundial de Construtores e ficou em 2º lugar, à frente da Ducati!

Resultado Brno, MotoGP, 9 de agosto:

Classificação final:

1.Binder, KTM, 41:38.764 min

2.Morbidelli, Yamaha, + 5.266 seg

3.Zarco, Ducati, + 6.470

Mundial de Pilotos (após 3 e 14 corridas)

  1. Quartararo, 59 pontos. 2. Vinales 42. 3. Morbidelli 31. 4. Dovizioso 31. 5. Binder 28. 6. Zarco 28. 7. Rossi 27. 8. Nakagami 27. 9. Miller 20. 10. Rins 19. 11. Pol Espargara 19. 12. Oliveira 18. 13. Alex Mérquez 13. Mir 11. 15. Petrucci 11. 16. Bagnaia 9. 17. Rabat 7. 18. Aleix Espargari 6. 19. Crutchlow 6. 20. Smith 5.

Mundial de Construtores (após 3 das 14 corridas)

  1. Yamaha 70. 2. KTM 44. 3. Ducati 42. 4. Honda 27. 5. Suzuki 24. 6 Aprilia 11.
0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x